Facebook tira do ar página de portal atacado por "cobertura independente"

Jornal GGN

O Facebook retirou do ar, desde 26 de dezembro, a página oficial do jornal ABCD Maior, publicação voltada para a cobertura do cotidiano do Grande ABC, em São Paulo. Segundo informações do veículo, ao menos seis contatos foram feitos com a empresa a partir das centrais disponibilizadas pela própria rede social, mas as respostas sobre o ocorrido foram "genéricas" e ainda não há previsão de quando (e se) a página será retomada.


O jornal sustentou que foi alvo de "campanhas para realização de denúncias em massa, em coberturas jornalísticas distintas e recentes, como as ocupações das escolas estaduais de São Paulo e durante a votação dos Planos Municipais de Educação pelas câmaras do ABCD, que abordaram o debate da igualdade de gênero e diversidade nas escolas." Essas campanhas teriam gerado o volume de denúncias que fez com que o Facebook retirasse a página do ar.

"O Facebook acatou unilateralmente uma 'denúncia' contra o jornal, sem dar possibilidade de defesa", publicou o portal. “Estamos sem saber os motivos pelos quais fomos bloqueados. Queremos, ao menos, o direito de nos defender. Esperamos o restabelecimento de nossa página para levarmos informação de qualidade para os três milhões de moradores do ABCD”, endossou Walter Venturini, diretor do veículo.

Na quinta (7), o ABCD MAIOR - que se classifica como um portal independente do poder público estadual - lamentou a "censura" e afirmou esperar "o restabelecimento da comunicação no Facebook, onde tinha até o fim de dezembro mais de 113 mil seguidores, para que os leitores do ABCD tenham a oportunidade de ter acesso a novas alternativas de informação na Região."

Nenhum comentário: