Chico ganha marchinha de carnaval contra intolerância

"Composição intitulada "Não enche o saco do Chico" foi feita pelos músicos mineiros Vitor Velloso e Marcos Frederico e divulgada nesta segunda-feira, 4, no Facebook; "Não phode, não phode playboy patriota de araque. Não pode, não pode encher o saco do Chico Buarque", completa o refrão, ilustrado por trechos do vídeo do episódio que se viralizou nas redes sociais. "Cálice filhinho de papai. Vai trabalhar, vagabundo", diz a marchinha; confira vídeo

Brasil 247

Vítima de comportamento fascistas de jovens da elite brasileira, o cantor e compositor Chico Buarque ganhou uma marchinha de carnaval em sua defesa.

A composição intitulada "Não enche o saco do Chico" foi feita pelos músicos mineiros Vitor Velloso e Marcos Frederico. Os compositores publicaram no Facebook, nesta segunda-feira, 4, a marchinha em apoio ao cantor. "Afinal de contas, a parte mais chata desse fla-flu político é mesmo a encheção de saco", escreveu Vitor na rede social.

"Se encontrar o Chico na rua e não tiver nada pra dizer, talvez seja melhor ficar na sua ou achar outro saco pra encher. Você pode ter a sua opinião e pode discordar do Chico, mas, se for pra tirar satisfação, é melhor você fechar o bico", diz a letra da música.

"Não phode, não phode playboy patriota de araque. Não pode, não pode encher o saco do Chico Buarque", completa o refrão, ilustrado por trechos do vídeo do episódio que se viralizou nas redes sociais. "Cálice filhinho de papai. Vai trabalhar, vagabundo", finaliza a marchinha.

Confira:


Não enche o saco do Chico
Saindo do forno! Parceria minha com Marcos Frederico pra abrir a temporada de marchinhas de 2016: "Não enche o saco do Chico". Afinal de contas, a parte mais chata desse fla flu político é mesmo a encheção de saco! Curte aí e passa pra frente!
Posted by Vitor Velloso on Segunda, 4 de janeiro de 2016

Nenhum comentário: