Cardozo manda investigar vazamentos de Leo Pinheiro

"Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou no início da noite desta quinta-feira, 7, a abertura imediata de inquérito pela Polícia Federal, para investigar o vazamento à imprensa de mensagens do empresário Leo Pinheiro, da construtora OAS, que estão protegidas por sigilo legal; nas mensagens interceptadas por investigadores da operação Lava Jato, Pinheiro aparece em conversas com o ministro da Casa Civil, Jaques Wagner, e com o ministro da Comunicação Social, Edinho Silva; em outro diálogo, Leo Pinheiro revela pressão de Eduardo Cunha (PMDB) por doações eleitorais; "Estou sendo cobrado com insistência. Liga para o EC (Eduardo Cunha). Fugir é o pior", diz o executivo a outro dirigente da construtora; oposicao, por meio do PPS, ja usa os vazamentos para pedir ao STF investigação contra Jaques Wagner

Brasil 247

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou no início da noite desta quinta-feira, 7, a abertura imediata de um inquérito pela Polícia Federal, para investigar o vazamento à imprensa de mensagens do empresário Leo Pinheiro, da construtora OAS, que estão protegidas por sigilo legal.

"O ofício encaminhado à direção da Polícia Federal refere-se a mensagens de texto enviadas pelo empresário no período de agosto de 2012 a outubro de 2014 que foram publicadas pelo jornal O Estado de São Paulo no dia de hoje", diz o ministério da Justiça, em nota à imprensa.

Grampo vazado ao Estado de S.Paulo revelou que mensagens de celular obtidas pelos investigadores mostram conversas entre o ex-presidente da OAS José Aldemário Pinheiro Filho, conhecido como Léo Pinheiro, com o ministro-chefe da Casa Civil, Jaques Wagner, além do ministro da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva.

Em outro diálogo, Leo Pinheiro, preso por envolvimento no esquema de corrupção investigado pela Lava Jato, revela estar sofrendo pressão do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB). "Está ficando muito chato. Estou sendo cobrado com insistência. Liga para o EC (Eduardo Cunha). Fugir é o pior", diz o executivo em uma das mensagens a outro dirigente da construtora.
Os vazamentos ilegais já municiam a oposição. O líder do PPS na Câmara, Rubens Bueno, anunciou que irá ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedir investigação sobre o conteúdo da conversa entre Léo Pinheiro e o ministro Jaques Wagner. "

Nenhum comentário: