Não deixe o ódio entrar em você

Fernando Brito, Tijolaço 

O ódio, como um vírus, espalha-se numa sociedade sem que a gente saiba como pará-lo, embora saiba bem quem são os mosquitos que os conduzem.
E como este infelizmente famoso zika, tende a produzir microcefalia não em fetos, mas em marmanjos.

Nesta questão das armas, vivemos um surto e não faltam microcéfalos a propagar a estupidez de que a paz se alcança o dia em que todo mundo puder ameaçar o outro com um tiro.

Anteontem aqui se postou o rapazote que, na falta de ocupação que tenha valia, posa com uma arma de atirar bolotas de tinta para dar apoio à ideia do armamento geral.

Também circula, na internet, um vídeo onde outro luminar, o senhor Jair Bolsonaro, na pacata cidade de Resende, nos limites do Rio de Janeiro com São Paulo, defender que cada dono de sítio possa ter um fuzil!

Imaginem que alegria para o PCC paulista ou uma facção criminosa do Rio passar um final de semana na “roça” e voltar com uma dúzia de fuzis novinhos, tirados do casal de velhinhos surpreendido à noite, deixados amarrados ou, pior, deitados em meio  uma poça de sangue?

Chegamos a um ponto em que a ignorância e a brutalidade sequer se disfarçam, estimuladas por estes tempos onde alguns se proclamam portadores de direitos sagrados à estupidez, às armas, ao poder, sob o manto ultra-extra-super neoliberal de que cada um sozinho tem de fazer o papel do Estado.

O seu modelo, o céu americano, o USA Heaven, onde as armas mais pesadas podem ser vendidas em qualquer magazine está aí, corando um massacre por semana, quase, como este em que um casal, que possuía fuzis e seis mil cartuchos para eles, deixa seu bebê de seis meses com a avó e vai a uma festa de final de ano de um centro de serviços sociais para  matar 14 pessoas…
Dramático, mas muito mais grave é o retrato do que ocorre quando o ódio se espalha, pois fuzis sem ódio não disparam a rodo.

Não é por outra razão que justamente os pregadores do ódio querem também que todos tenham armas, e pesadas.

É porque eles, mesmo antes delas, já distribuem a munição."

Um comentário:

Cálcio Heavy Metal disse...

Na boa, PCC e outros bandos de merdas como esses não roubam armas de fazendas etc. Acorda pra cospir.. vem tudo contrabandeado pelas fronteiras que ñ tem pessoal suficiente para tomar conta.

O desarmamento prejudica quem quer se defender e auxilia esses bandidos, pq eles estão praticamente acima da lei e claro eles ñ precisam disso para ter ou não armas.