'Dilma não se curvou à chantagem e à corrupção', diz Kátia Abreu

"Pelo Twitter, ministra da Agricultura, Kátia Abreu, criticou a ação do colega de partido Eduardo Cunha (PMDB) por aceitar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff;  "Continuo acreditando na honestidade da Presidente Dilma. Não se curvou à chantagem e à corrupção", afirmou; para Kátia, "princípios são maiores que mandatos"; "Tanta descobertas e nada contra a presidente. Isto vale!", afirmou; para a tocantinense, "não gostar do governo ou da forma é justo, mas "contas se acertam nas urnas. E não no grito. A não ser que o governante seja um corrupto. A lei e os instrumentos são claros para identificar"

Brasil 247

A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, criticou o colega de partido Eduardo Cunha (PMDB) por aceitar o pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff. "Continuo acreditando na honestidade da Presidente Dilma. Não se curvou à chantagem e à corrupção! Valeu Dilma”, afirmou.

Em sua conta no Twitter, a ministra afirmou que "princípios são maiores que mandatos", e parabenizou a presidente Dilma: "Parabéns Presidente. Poderia ter feito uma opção mais cômoda. Não fez. Eu faria o mesmo. Deus no comando!".

Kátia ainda disse que não defende "partidos ou governos". "Defendo pessoas que acredito em sua honestidade. Tanta descobertas e nada contra a presidente.

 Isto vale!", afirmou a ministra no Twitter. "Não apoio partidos incondicionalmente. Apoio pessoas incondicionalmente. Até que prove o contrário."

Para a tocantinense, "não gostar do governo ou da forma é justo. Mas ponderou: "Contas se acertam nas urnas. E não no grito. A não ser que o governante seja um corrupto. A lei e os instrumentos são claros para identificar".

Nenhum comentário: