Quem comprou o erro do Globo não se desculpou

"A retratação publicada pelo jornal O Globo, na edição deste domingo, é insuficiente para reparar a imagem de Fábio Luis Lula da Silva, citado, equivocadamente, como beneficiário de um pagamento de R$ 2 milhões por parte do lobista Fernando Baiano; a mentira contada por Lauro Jardim rapidamente se alastrou e mereceu destaque em outros jornais, como Folha de S. Paulo e Estado de S. Paulo; no entanto, nenhum dos dois publicou retratação nesta segunda-feira ou sequer fez menção ao reconhecimento do erro feito pelo Globo; ou seja: o leitor dos jornalões que não viu O Globo ou não descobriu a falha na internet continua desinformado

Brasil 247

Ao reconhecer o erro crasso cometido pelo colunista Lauro Jardim contra Fabio Luis Lula da Silva, ainda que sem o mesmo destaque da notícia inicial, que foi manchete, o jornal O Globo, da família Marinho, contribui para reparar, em parte, os danos causados ao filho do ex-presidente Lula (saiba mais aqui).
 
No entanto, os demais veículos de comunicação que compraram como verdade a mentira contada pelo Globo continuam devendo explicações. É o caso tanto da Folha de S. Paulo como do Estado de S. Paulo.

Ambos repercutiram a denúncia de jardim, como se a mesma fosse verdadeira, no dia 12 de outubro deste ano, um dia após a publicação inicial. No entanto, nas edições desta segunda-feira, nenhum dos dois veículos fez qualquer pedido de desculpas, quando a retratação do Globo já era pública e também um dos assuntos mais comentados do dia.

Isso significa que o leitor dos jornalões que não viu O Globo ou não descobriu a falha na internet continua desinformado. Mais grave ainda, o dano à imagem de mais uma vítima da mídia continua não reparado."

Nenhum comentário: