Nizan, o BV e o epitáfio da Globo

Nizan garantia o seu BV!
O Google já googlou a Globo - e o Nizan!

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

A americana Omnicom comprou por R$ 1 bilhão o grupo ABC, de Nizan Guanaes.

Segundo a Fel-lha, os americanos vão deixar Nizan no comando do grupo.

(Me engana que eu gosto.)

(Nizan, como se sabe, era o publicitário preferencial da SECOM do FHC. O pessoal adorava ele ! Tanto que, quando houve o apagão do FHC, ele fez milionária campanha publicitária para provar que a culpa era do… freguês! Do consumidor de eletricidade!)

A venda de Nizan culmina o processo de desnacionalização e consolidação da indústria brasileira de publicidade.

Não sobrou nada para os brasileiros.

O mercado ficou oligopolizado com três ou quatro grupos americanos e europeus.

E o CADE do zé da Justiça não percebeu…

Por que houve a concentração e a desnacionalização?

Porque os serviços que as agencias de publicidade hoje prestam ao cliente são globais.

Cada vez menos são os serviços de mídia local, nacional – ou seja, preparar e programar inserções de anúncios.

Hoje, esses gigantes mundiais prestam serviços a seus clientes mundiais com pesquisas, de mercado e de clientes, sobre pontos de venda, construção de imagem e, cada vez mais, como tirar o máximo proveito da comunicação na internet!

O que o ansioso blogueiro quer dizer com isso, amigo navegante?

Que a grande arma da Globo, o BV, que para o Pizolatto é crime, mas para a Globo é santo, cada vez mais é inócua.

BV pra que?

Não ajuda a Gessy-Lever a descobrir como chegar mais rápido e mais barato ao mercado de mulheres entre 30 e 50 anos, no eixo Petrolina-Juazeiro.

O BV funciona (funcionava) para grandes volumes, na televisão.

Com propagação difusa, como um tiro de canhão.

E ninguém, nem a Gessy-Lever sabia onde ia cair a bala disparada.

(No mercado publicitário se diz que o Johnny Saad avisou às agências que vai adiar para o ano que vem – ou de São Nunca - o pagamento do BV de Bandeirantes…)

Hoje, as agências tentam desesperadamente comprar pequenas empresas da internet, para competir com o Google.

Porque , como se sabe, o Google vai googlar a Globo.

E googlou o Nizan!

E tem mais.

Como é que a Omnicom vai explicar ao cliente de Utah, nos Estados Unidos, o estado mais Mormon do país, que aqui no Brasil ele vai meter a mão no BV da Globo?

- What? You wanna land me in jail?

O que? Você quer me jogar na cadeia!

Porque na Inglaterra e nos Estados Unidos, BV é traduzido por kick-back.

Propina.

Pano rápido!"

Nenhum comentário: