Delcídio dizia poder influenciar Gilmar

Luis Nassif, GGN

1.   As operações não fazem parte da Lava Jato. Surgiram em função da tentativa de Delcídio do Amaral e André Esteves, do Pactual, em subornar Nestor Cerveró. O filho de Cerveró denunciou a tentativa ao Procurador Geral da República que encaminhou a denúncia à Polícia Federal, que conseguiu autorização do STF para monitorar o telefone de Delcídio.
 
2.   Curiosamente, nas fases iniciais não se encontraram maiores evidências de participação de Delcídio – apesar de suas notórias ligações com esquemas na Petrobras – e Esteves.
 
3.   Segundo o Jotainfo, nas gravações, Delcídio garante a Cerveró poder influenciar o Ministro Gilmar Mendes, do STF, através do peemedebistas Renan Calheiros e Michel Temer. Em qualquer tema mais político, surge a figura indefectível de Gilmar.
 
4.  Por seu lado, Esteves garantiu uma mesada de R$ 50 mil à família de Cerveró e apoio na sua fuga, através do Paraguai.
 
5.   Esteves tem pendências no CARF. Na época conseguiu calar a mídia. Será curioso acompanhar a cobertura da sua prisão pelos jornalões."

Nenhum comentário: