Brasil segue o 2º país mais rentável para Santander

"Segundo a presidente mundial do Grupo Santander, Ana Botín, operações no Brasil só perdem para o Reino Unido, mas ficam à frente até mesmo a Espanha, sede do grupo: "Haverá momentos melhores e piores, mas confiamos que o Brasil vai crescer de maneira sustentável e estamos tranquilos. O Brasil é um país de enorme importância para o banco e para mim”, disse Botín; “Vemos muito potencial de crescimento orgânico, sem compras. Estamos apostando em melhorar o serviço oferecido ao cliente e vamos investir em tecnologia e no modelo digital”, completou

Brasil 247

Mesmo com a crise, o Brasil continua sendo o segundo país mais rentável para o Santander em termos de rentabilidade, segundo a presidente mundial do Grupo, Ana Botín. Só perde para a operação do Reino Unido, mas fica à frente até mesmo a Espanha, sede do grupo.

“O banco Santander tem investido no Brasil há muitos anos e em 2014 aumentamos nosso investimento. Haverá momentos melhores e piores, mas confiamos que o Brasil vai crescer de maneira sustentável e estamos tranquilos.

O Brasil é um país de enorme importância para o banco e para mim”, disse Botín.

Terceiro maior banco privado do país, o Santander teve no terceiro trimestre deste ano um lucro líquido de R$ 1,266 bilhão, um salto de 135,7% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o lucro havia sido de R$ 537 milhões.

“Vemos muito potencial de crescimento orgânico, sem compras. Estamos apostando em melhorar o serviço oferecido ao cliente e vamos investir em tecnologia e no modelo digital”, disse a presidente da Instituição.

Leia aqui na reportagem de João Sorima Neto."

Nenhum comentário: