As milícias fascistas já estão por aí. Bem na Praça dos Três Poderes

Fernando Brito, Tijolaço 

"Segundo a Folha, a PM do Distrito Federal apreendeu ontem  uma arma de fogo e diversas armas brancas  escondidas no carro de um manifestante “pró-impeachment” que estão acampados em frente ao Congresso Nacional.

Mais precisamente: uma pistola Taurus .380, um soco inglês, sprays de mostarda, diversos furadores de coco e um porrete.

O detido -ou os detidos, porque a matéria não é exata e não revela os nomes – dizia que ia matar a Presidenta da República e “jogar uma bomba no Congresso Nacional”

Diz um tal Dom Werneck, um dos “acampados” que se dedica a pedir intervenção militar, difundir videos de Jair Bolsonaro e dizer às pessoas que estoquem alimentos, porque “a classe dos caminhoneiros é a mais importante do Brasil, por que vai decidir a ficada(sic) de um Presidente”, que foram eles que avisaram os policiais, porque seu movimento é “cristão e pacífico”.
Acredite quem quiser.

Aliás, parece que a Polícia Federal acredita, tanto que não providenciou uma revista – dentro da lei, sem constrangimentos e, até, usando detetores de metal, para, no mínimo, prevenir que haja outro “pacífico” como este, a poucos metros da sede dos poderes da República.

Talvez seus agentes estejam ocupados em treinar tiro ao alvo em imagens da Presidenta.

Sabe aquelas histórias de militantes neonazistas, armados para agredir, surrar, ferir?

Os ovos da serpente chocaram e as víboras estão soltas, deslizando por aí.

E bem ali na frente, o Ministro Zé Cardozo dando entrevistas bacanas."

Nenhum comentário: