Taradinhos recebem uma "cusparada cívica"

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Amigo navegante leu as decisões dos ministros Teori e Weber e chamou a atenção para detalhe crucial.

O STF restabeleceu a Constituição e assegurou que na Câmara - e no Senado - o impeachment exige voto - a descoberto! - de dois terços da Casa.

Os taradinhos achavam que iam derrubar a Dilma por maioria simples e eventual, às três horas da madrugada !!!

Uns jenios !

Merecem o Miguel Reale Filho, essa pérola das letras jurídicas da província paulistana.

O Conversa Afiada já demonstrou que os taradinhos não têm os deputados necessários.

O Auro Moura Andrade, outro paulista golpista, declarou a vacância da Presidência enquanto Jango estava em território nacional.

Levou uma cusparada do socialista Rogê Ferreira e o Tancredo o chamou de canalha.

(Os episódios estão descritos no "Quarto Poder")

(E, como se sabe, Aecim taradinho é mais Cunha que Neves)

Metaforicamente, Cunha, Gilmar, Aecim, o Príncipe, Pauzinho do Dantas, Carlos TSE Sampaio e Agripino Veicular Maia acabam de levar uma "cusparada cívica", diria o grande Almino Affonso."

Nenhum comentário: