Sampaio, líder do golpe, assume a defesa de Cunha

"O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), que já apresentou um sem-número de ações na Justiça para tentar emplacar um golpe contra a presidente Dilma Rousseff, assumiu sua cumplicidade com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ); "ele merece o benefício da dúvida", afirmou; Cunha já teve quatro contas bancárias bloqueadas na Suíça, com depósitos que somavam cerca de R$ 20 milhões; nenhuma das contas foi declarada à Receita Federal; posicionamento de Sampaio comprova mais uma vez a hipocrisia tucana: um dos líderes do golpe contra Dilma por 'pedaladas fiscais' fecha os olhos para a montanha de dinheiro de Cunha na Suíça

Brasil 247

O deputado Carlos Sampaio (PSDB-SP), que já apresentou um sem-número de ações na Justiça para tentar emplacar um golpe contra a presidente Dilma Rousseff, assumiu sua cumplicidade com o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).
 
"Seria leviano da minha parte afirmar que ele está envolvido. O Ministério Público ainda aguarda informações da Suíça e ele tem, por hora, o benefício da dúvida", disse ele.
 
Ao contrário do que diz Sampaio, as informações da Suíça já chegaram ao Brasil. Cunha já teve quatro contas bancárias bloqueadas na Suíça, com depósitos que somavam cerca de R$ 20 milhões.
 
Nenhuma das contas foi declarada à Receita Federal. Além disso, o presidente da Câmara mentiu aos parlamentares, ao negar que mantivesse depósitos no exterior.
 
O posicionamento de Sampaio, no entanto, serve para comprovar mais uma vez a hipocrisia tucana: um dos líderes do golpe contra Dilma por 'pedaladas fiscais' fecha os olhos para a montanha de dinheiro de Cunha na Suíça.
 
Sampaio afirmou, ainda, ter confiança em Cunha. "Temos um comportamento de confiança mútua construída em razão da postura de correção que ele vem adotando com as oposições", disse ele."

Nenhum comentário: