O cinismo cafajeste da oposição e o Jim Jones da Câmara

Fernando Brito, Tijolaço 

"O colunista Bernardo de Mello Franco, na Folha de hoje, é muito gentil ao dizer que “a nota em que a oposição defende o afastamento de Eduardo Cunha merece o prêmio Me engana que eu gosto de 2015.

É pior que isso: o prêmio é o da cafajestada do ano.

Assinar uma nota defendendo o afastamento de Cunha da  presidência da Câmara, mandar distribuir à imprensa e sair dali direto para a casa dele e “combinar” a votação da abertura da ação de impeachment contra Dilma é algo que só se pode esperar de gente cínica.

Não foi um telefonema, um contato por terceiros, não. Foi o “Estado-Menor” da oposição em peso, em embaixada, dizer o contrário do que disse publicamente horas antes.

Foram lá cuidar de prometer-lhe o que para livra-lo – como diz FHC – de suas “trapalhadas”?

Por sorte, o fotógrafo André Dusek, do Estadão, estava de plantão, escaldando sob o sol de Brasília, e cumpriu o dever cívico de registrar para a eternidade o sepultamento moral da comitiva demo-tucana ao pântano onde está atolado Cunha.

E de onde não pode ser salvo por ninguém que o quisesse fazer.

É por isso que ele vai ao desespero e já acabou de anunciar que “a decisão  sobre a tramitação na Câmara de pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff não o impede de deferir ou indeferir o pedido.”

Ele exige o impossível e vai se atirar ao imponderável, conduzindo a democracia  à morte, como um Jim Jones enlouquecido.

É preciso barra-lo, custe o que custar, porque tornou-se de uma loucura perigosa, achando que enfeixa o poder de decidir se derrubará ou não a Presidenta eleita pelas urnas.

Não terá a maioria de 2/3 necessária para o processo, porque hoje nem mesmo a maioria simples tem, mesmo com o cínico esquadrão demo-tucano a seu lado.

Cunha se dissolve, mas num caldo corrosivo que pode destruir tudo o que está em volta dele: os deputados, o parlamento, as instituições: mesmo a Procuradoria Geral da República e o Supremo Tribunal Federal se o deixarem fazer a fatítica Jonestown.

Aí está ao que a canalhice de uma oposição capaz de tudo nos levou. Seu líder está á beira de levar o país ao completo caos."

Nenhum comentário: