Dona do Magazine Luiza lidera grupo de executivas antipessimismo


Da folha

Liderado pela empresária Luiza Helena Trajano, presidente da rede de varejo Magazine Luiza, o grupo Mulheres do Brasil, composto por 250 executivas, tenta reunir iniciativas para contribuir com o desenvolvimento do país.

ADVERTISEMENT
Durante evento em São Paulo, nesta quinta (1º), Trajano afirmou que é preciso mudar a onda de pessimismo que tomou conta e ter foco para tirar o Brasil da crise. “Essa onda [de pessimismo] está afogando todo mundo. Dessa eu não quero participar. Tem de tentar outra. É preciso ter foco, foco nas vendas”.

Uma das ações do grupo, que se encontra mensalmente, será organizar uma ida a Brasília para pedir a reforma política.

“Todo mundo que encontro, políticos, Fernando Henrique, Lula, diz que, se fizermos cinco itens, vai dar certo. Sem a reforma política esse país não vai para frente. Esqueçam. Temos de pegar cinco assuntos, ir para Brasília, de ônibus, e daqui a um ano as mulheres do Brasil vão coordenar com eles [políticos] a reforma política”, disse Trajano.

O grupo Mulheres do Brasil nasceu em 2014 após um jantar que reuniu as principais empresárias do país e a presidente Dilma Rousseff. Participam do movimento Chieko Aoki (Blue Tree Hotels), Sonia Hess (Dudalina) e executivas de setores como bancos, do setor aéreo e de comunicação.

“Temos três premissas. Somos apartidárias, nós não podemos reclamar, falar mal de nada, e temos de fazer acontecer”, disse a empresária a uma plateia de mulheres empreendedoras em evento organizado pelo banco Itaú. “Não podemos inventar a roda. A ideia é juntar o que já existe e dá certo no Brasil.”

(…)

Nenhum comentário: