Aécio e Roberto Freire dissuadiram oposição de emitir nova nota contra Cunha

Do Estadão

Em reunião na casa do presidente do PSDB, líderes oposicionistas foram convencidos pelo senador mineiro e pelo presidente do PPS a poupar o presidente da Câmara, denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro e alvo de um inquérito por manter contas não declaradas no exterior

Brasília - Antes de fazerem nova manifestação pública pedindo o afastamento do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ),  líderes da oposição na Casa se reuniram nesta terça com os presidentes nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e do PPS, Roberto Freire. A reunião ocorreu na casa do tucano, na capital federal.

Um comentário:

zejustino disse...

A ameaça que o Cunha fez ao playboy do Leblon e aos seus comparsas da oposição parece, ou melhor, surtiu mesmo efeito imediato.