Sobrinho de Nardes era ponte entre RBS e principal acusado da Zelotes


Por O Cafezinho

"A Carta Capital publicou esta semana uma reportagem em que menciona a suspeita do envolvimento do presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Augusto Nardes, nos esquemas ultra-bilionários de sonegação de impostos desbaratados pela operação Zelotes.

Augusto Nardes é um dos que vem tentando usar o seu cargo no TCU para derrubar Dilma.

É ele no TCU e Gilmar Mendes no TSE.

Ambos se tornaram estrelas da mídia golpista, os novos "paladinos da ética", apesar de terem um histórico mais sujo do que pau de galinheiro.

Antes mesmo do governo se defender, antes do julgamento, Nardes apareceu na mídia falando que "vai condenar", ajudando a produzir o clima de linchamento, pré-condenação e contribuindo para a instabilidade política no país e, portanto, fazendo descaradamente o jogo da oposição.

ScreenHunter_6124 Sep. 09 14.03
Pois bem, uma das empresas mais envolvidas na Zelotes é a RBS, a mídia gaúcha sócia da Rede Globo.

O Cafezinho teve acesso a documentos sigilosos (sim, não é só a mídia que tem não. O Cafezinho também tem, de vez em quando) que mostram o seguinte.

A operação Zelotes descobriu quem era o advogado que fazia a intermediação entre a RBS sonegadora e o escritório de José Ricardo Silva, auditor aposentado da Receita Federal e, segundo a PF, um dos principais mentores do bilionário esquema de ladroagem fiscal.

Quem era o advogado?

Era Juliano Nardes, sobrinho de Augusto Nardes, o presidente do TCU.
Fechem as cortinas.

(Essa é a turma que quer derrubar Dilma?)"

Nenhum comentário: