O impítim é do Bolsonaro, na Câmara. E o PT?


"O PT é dos delcidios, odarelos, zé e do general Assis Oliva ...​

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Alguns deputados da base aliada se reuniram nesse fim de semana em Brasília para discutir uma estratégia para enfrentar o Golpe do impitim na Câmara, com a mão de gato do PMDB.

Nenhum parlamentar do PT se integrou ao movimento anti-Golpe.

O PT, como se sabe, está na UTI,  vítima de uma febre que tem vírus da seguinte natureza anestesiadora: delcidios, odarelos, zés da Justiça e generais Assis Oliva.

Os verdadeiros defensores da Legalidade – ou seja, a preservação da vontade popular expressa nas urnas – fizeram o passo-a-passo do Golpe do Impitim na Câmara.

Há outros em curso.

O do ministro (sic) Gilmar, que, segundas, quartas e sextas entra com um pedido original (sic) no Tribunal Superior Eleitoral.

Existe o tribunal das contas, em que o relator, o Ministro Nardes, que escapou do desmoronamento de um castelo de areia na cabeça, mas, que, segundo a Carta Capital, sucumbirá diante da Operação Zelotes.

Golpes são de variadas espécies.

Como o do editorial do Otavim do HSBC , herdeiro da Fel-lha, que ameaçou a Dilma de fazê-la renunciar,  caso aumente os impostos.

No caso da Câmara, funcionará assim.

Essa semana, o digníssimo presidente Eduardo Cunha, que está à espera de uma tornozeleira que combine com suas gravatas Hermès, lerá um pedido de impeachment.

Para fingir que o PMDB é da base aliada, ele recusará o pedido, veementemente.

Mas, mancomunado com esse grande democrata, o Bolsorano, submeterá a decisão ao voto da Casa.

E a Câmara, que honra o Brasil e seus financiadores – já que aprovou, para gáudio do Gilmar , a grana das empresas na eleição - a Câmara aprovará a moção do Bolsonaro.

Bingo !

A Câmara iniciará o processo de impeachment pela mão do Bolsonaro !

Uma obra prima !

Depois virão outros.

E muitos outros  pedidos de impítim.

Porque, como diz o amigo navegante Totonho, quem não tem voto caça com Golpe.

E assim será até 2018, quando o Lula ajudar a escolher quem será o próximo presidente da Republica.

Porque, convenhamos, amigo navegante, não se pode levar a sério uma oposição que tem à frente o ministro (sic) Gilmar, o Cunha, o Pauzinho do Dantas – e o Bolsonaro !"

Nenhum comentário: