Maior doadora de Aécio, Andrade fará delação


"Presidente da construtora Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, se prepara para assinar nas próximas horas acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF); Azevedo teria confidenciado a outros presos que dividem a cela com ele no Complexo Médico-Penal de Curitiba, que vai colaborar com a Justiça para obter redução de sua pena; medida inclui também acordo de leniência; informação é da jornalista Mônica Bergamo; Andrade Gutierrez é a empreiteira que mais doou dinheiro para a campanha do senador Aécio Neves (PSDB) à presidência em 2014; foram 322 doações ao tucano que somaram mais de R$ 20 milhões

Brasil 247

 Presidente da construtora Andrade Gutierrez, Otávio Azevedo, se prepara para assinar nas próximas horas acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF).

O mais recém delator da Lava Jato teria confidenciado a outros presos que dividem a cela com ele no Complexo Médico-Penal de Curitiba, que vai colaborar com a Justiça para obter redução de sua pena. "Azevedo já recebeu inclusive a visita de advogados que explicaram as consequências de aderir à delação", informa a jornalista Mônica Bergamo.

Preso em junho, junto com o empreiteiro Marcelo Bahia Odebrecht, Otávio Azevedo é réu em ação penal na Lava Jato, pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

A Andrade Gutierrez é a empreiteira que mais doou dinheiro para a campanha do senador Aécio Neves (PSDB) à presidência em 2014. Foram 322 doações ao tucano que somaram mais de R$ 20 milhões. Antes dele, dois executivos da construtora já citaram os nomes das principais lideranças tucanas em acordo de delação premiada.

É a primeira vez que Otávio de Azevedo vira réu em ação penal da Lava-Jato. Na terça-feira, outro empreiteiro, Marcelo Bahia Odebrecht, também tornou-se réu pelos mesmos crimes atribuídos ao presidente da Andrade Gutierrez."

Nenhum comentário: