Globo convoca reunião de emergência


Altamiro Borges, Blog do Miro

"A jornalista Keila Jimenez, do portal R7, informou neste sábado (12) que a direção da TV Globo tem feito várias reuniões de emergência. Não, não é para discutir a crise do império global, que teve a sua nota rebaixada pela endeusada agência de risco Standard & Poor's. Também não é para dar os últimos retoques para a ofensiva golpista pelo impeachment da presidenta Dilma, que os seus capachos no parlamento pretendem deflagrar na próxima semana.

O motivo é menos "nobre" e já bastante conhecido: a queda recorrente de audiência de suas novelas. É certo que os assuntos são correlatos: com o declínio no Ibope, o faturamento em anúncios despenca - o que explica a nota da S&P; desesperada, a famiglia Marinho radicaliza sua partidarização e seu golpismo, procurando interferir nos rumos econômicos do país e obter novas benesses do poder. Mas vamos à notícia da sempre bem informada Keila Jimenez:
*****
Novela vira alvo de reuniões de emergência na Globo

Por essa os amantes da teledramaturgia não esperavam. A aguardada novela de João Emanuel Carneiro, autor do sucesso "Avenida Brasil", já amarga os piores índices de estreia de novelas das 21 horas da Globo, e virou motivo de piada e de reuniões emergenciais na emissora.

A trama registrou em sua primeira semana no ar audiência de 27,6 pontos de audiência. Sua antecessora, a tão criticada "Babilônia" havia marcado 28,6 pontos no mesmo período.

Sim, a novela de João Emanuel pode muito bem embalar em ibope e fazer uma trajetória morro acima. Mas o embate com "Os Dez Mandamentos" preocupa muito a Globo.

Ontem (11), segundo medição prévia de audiência, durante o embate das duas novelas, por cerca de 12 minutos, a trama da Record levou a melhor. Marcou 21,1 pontos ante 20,5 pontos do folhetim da Globo. Essa equiparação, mesmo que por minutos, prejudica o ritmo inicial de "A Regra da Jogo" e já causa insônia aos executivos da emissora. Havia uma grande expectativa, interna e externa, que novela do autor de "Avenida Brasil" recuperasse a audiência do horário.

Tanto é que reuniões emergenciais para realizar algumas mudanças em "A Regra do Jogo" já foram marcadas na emissora. O primeiro grupo de discussão sobre a novela deve ser antecipado. Internamente já existe consenso que a trama principal e o protagonista vivido por Alexandre Nero ainda não empolgaram. E que há problemas no núcleo cômico do folhetim, onde estão os personagens de Marcos Caruso e Otávio Miller.

Entre os autores, sempre impiedosos com os colegas, as piadas sobre a novela do "garoto prodígio" da Globo, João Emanuel Carneiro, rolam soltas.

Um deles diz por aí que : "A Regra do Jogo é não bater de frente com Os Dez Mandamentos".

3 comentários:

rosana cristina denardi denardi disse...

Impeachment meu caro que mais da metade dos brasileiros querem, pois estão perdendo seus empregados, e os que estão empregados já estão passando dificuldades, e não venha me falar que não é culpa só da presidente, isso mesmo presidente que não existe palavra presidenta a não ser na língua de quem a inventou, quer dizer destruiu o português, porque se temos presidente é para resolver os problemas e não derrubar o país. Agora a novela tá feia mesmo, mais em compensação a novela Além do Tempo é um espetáculo, maravilhosa

Anônimo disse...

a lei federal 2.749, de 1956, do senador Mozart Lago (1889-1974), determina o uso oficial da forma feminina para designar cargos públicos ocupados por mulheres.

Anônimo disse...

Remover o PT do poder legalmente por meio de impeachment é o 1º passo para remover o foro de são paulo do poder na América Latina.