Cunha: deputados vão restabelecer doações privadas


"Presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), afirma que a Casa vai modificar a decisão do Senado sobre o financiamento de campanhas: "Não tenho a menor dúvida [de que a Câmara vai retomar a doação empresarial]. O Senado tem todo o direito de deliberar do jeito que bem entender. Mas, se a Câmara, em dois turnos, manteve na Constituição [o financiamento privado], [...] não tenho dúvidas de que os deputados vão restabelecer o texto com relação a esse ponto. A maioria da Casa está consolidada"

Brasil 247

 Em resposta à decisão do Senado de votar pelo fim do financiamento privado, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), afirma que o terá será retomado pela Casa:

"Não tenho a menor dúvida [de que a Câmara vai retomar a doação empresarial]. O Senado tem todo o direito de deliberar do jeito que bem entender. Mas, se a Câmara, em dois turnos, manteve na Constituição [o financiamento privado], [...] não tenho dúvidas de que os deputados vão restabelecer o texto com relação a esse ponto. A maioria da Casa está consolidada", afirmou Cunha.

O projeto de lei aprovado na Câmara previa doação de empresas apenas para partidos e um limite para pessoas jurídicas de R$ 20 milhões em doações."

Nenhum comentário: