TSE faz “vista grossa” sobre avião fantasma de Eduardo Campos


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

A partir de julho último, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vem fazendo cruzamento de dados entre a prestação de contas da campanha à reeleição da presidente Dilma Rousseff e os gastos do Palácio do Planalto com viagens e eventos no período eleitoral.

O levantamento será avaliado junto com os depoimentos de delatores do esquema de corrupção da Petrobras no pedido de cassação feito pela oposição contra a petista e o vice Michel Temer (PMDB).

A ideia é analisar se houve abuso de poder político e econômico como diz a oposição em representação movida no TSE contra a coligação de Dilma. Além disso, a presença de dinheiro das empreiteiras envolvidas na “lava jato” na campanha estaria sendo vista como indício de irregularidade.

O que acontece é que, logo após o segundo turno das eleições presidências de 2014, o PSDB entrou com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para apurar se houve abuso do poder econômico e político e “obtenção de recursos de forma ilícita” na campanha de reeleição de Dilma."
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: