O Datafalha e a massa cheirosa das reginas duartes


"Brancos, reacionários, odientos, curvados e superados.

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Segundo o Datafalha, a massa cheirosa que participou da fracassada manifestação na avenida Paulista.

- 61% eram homens (no Brasil há mais mulheres que homens);

- 40% tem 51 anos ou mais (os brasileiros com 51 anos ou mais formam 10% do total da população);

- 76% (!!!)  tem curso superior (numa população de 204 milhões, 10% dos brasileiros cursam o ensino superior);

- 75% se declaram brancos (a maioria da população brasileira é negra);

- e tem uma renda familiar entre R$ 7.881 e R$ 15.760.

No degrau mais baixo de renda, as reginas duartes que foram à Avenida Paulista tem uma renda quatro vezes superior à media do trabalhador brasileiro.

- e 77% votaram no Aecím, que teve 48% dos votos na eleição presidencial e perdeu (em Minas, também).

Numa palavra, são os BROCS (ver no ABC do C Af).

NAVALHA

A manifestação foi aquele fenômeno que o Marcelo Freixo descreveu com propriedade: o PT tirou a direita do armário…
As reginas duartes não ganham eleição.
Passeata não derruba Governo.
E, se derrubar, faz como no Egito, em que a chamada “primavera árabe” acabou por produzir uma ditadura militar pior do que a do Mubarak.
Isso aí é o que o Janio definiu, também com precisão: é Golpe!
Eles querem é o Golpe do impítim, que o filho do Roberto Marinho – eles não tem nome próprio – já não recomenda.
Sobre as reginas duartes, não deixe de ler o Miro Borges.
Nem de assistir à reunião de cúpula do movimento fracassado.

Em tempo: quem não se lembra do “eu tenho medo” de uma regina duarte, na fracassada campanha eleitoral do Cerra em 2002?

Paulo Henrique Amorim

Nenhum comentário: