Melo: só resta aos três patéticos a debandada


"Colunista Ricardo Melo diz que Aécio Neves, Gilmar Mendes e Eduardo Cunha são golpistas declarados, que parecem ter recebido ‘a pá de cal com os pronunciamentos dos verdadeiros comandantes da nossa democracia’; ele cita o chefe do Itaú Unibanco, Roberto Setubal; “Sem a banca por trás, abandonada pelo pessoal do dinheiro grosso e encrencada em acusações lançadas contra os adversários, à troupe do impeachment não resta muito mais que baixar o pano”, afirma 

Brasil 247

Para o colunista Ricardo Melo, Aécio Neves, Gilmar Mendes e Eduardo Cunha são golpistas declarado, três patéticos a quem só resta a debandada.

“Não importa a lógica, a política, a dialética ou mesmo o senso comum. Suas biografias, já não propriamente admiráveis, dissolvem-se a jato a cada movimento realizado para derrubar um governo eleito”, afirma.

Segundo o jornalista, cambaleante, o trio parece ter recebido a pá de cal com os pronunciamentos dos verdadeiros comandantes da nossa democracia. Ele cita o chefe do Itaú Unibanco, Roberto Setubal, que afirmou com todas as letras não haver motivos para tirar Dilma do cargo.

“Sem a banca por trás, abandonada pelo pessoal do dinheiro grosso e encrencada em acusações lançadas contra os adversários, à troupe do impeachment não resta muito mais que baixar o pano”, completou (leia mais)."

Nenhum comentário: