Beto Richa e o palhaço preso no PR


Altamiro Borges, Blog do Miro

"A PM sob o comando de Beto Richa, governador do Paraná, está fora do controle. Em 29 de abril, ela promoveu o brutal massacre dos professores em greve, que resultou em mais de 200 feridos. As cenas da barbárie repercutiram na mídia internacional, causaram a exoneração do secretário de Segurança e fizeram despencar os índices de popularidade do tucano. Já na última sexta-feira (14), a polícia voltou a abusar do seu poder. Durante um festival de teatro em Cascavel, no interior do Estado, ela prendeu o palhaço Leonides Taborda Quadra, conhecido como Tico Bonito, que satirizou o comportamento da PM - que "só protege o burguês e o Beto Richa" e "são seguranças particulares pagos pelo povo".

A plateia, com cerca de cem pessoas - a maioria crianças -, reagiu com vaias à violência do Batalhão de Choque. Ela ainda tentou evitar a prisão do artista, mas foi dispersa com a chegada da cavalaria da PM. O palhaço Tico Bonito foi agredido com empurrões e socos. "O que eles fizeram interrompeu minha liberdade de expressão, meu direito de trabalhar e o direito à arte da plateia", afirmou à Folha. Já o porta-voz do Batalhão de Choque, Roberto Tavares, tentou justificar a truculência, afirmando que "os policiais se sentiram ofendidos" com as sátiras do artista. Baita justificativa!

A blogueira Laís Laíny, de Cascavel, descreveu o episódio lamentável num texto reproduzido no blog de Esmael Moraes. Vale conferir:
*****

Após receber crítica, Choque prende palhaço em apresentação do Festival de Teatro

Uma apresentação do Festival de Teatro de Cascavel no Calçadão virou caso de polícia. O palhaço Tico Bonito, que apresentava a peça Licença Pr’eu Passar no Calçadão foi preso pelo Pelotão de Choque simplesmente porque fez uma crítica aos policiais e ao governo Beto Richa (PSDB).

Segundo testemunhas, em certo momento do espetáculo o palhaço disse que precisaria de seguranças. Quando passaram alguns policiais do Pelotão de Choque e a plateia apontou à viatura.

Segundo Silvana Deotti, namorada de Tico, neste momento ele fez a crítica.

“O Tico falou que não poderiam chamar aqueles policiais porque eles só serviam para proteger o Beto Richa. Depois disso os policiais deram ré e entraram no meio do espetáculo para prender o Tico”.

O artista de Cascavel, Jean Salustiano, viu como tudo aconteceu. Ele relata que havia estudantes do Colégio Eleodoro e várias pessoas que estavam passando no Calçadão. Segundo ele, houve truculência.

“Entraram no meio da apresentação, algemaram e meteram o Tico no camburão. Batiam com a porta do carro na perna do Tico e chamaram a Cavalaria para dispersar”.

Para Silvana, a ação da PM foi exagerada.

“Ele não fez nada demais. Ele sempre faz essas críticas mas dessa vez resolveram levar”.

Tico foi detido mas deve ficar presos. Ele foi encaminhado até o Fórum para assinar um termo circunstanciado.
*****
Leia também:

Nenhum comentário: