A reação de um pai ao saber que o filho quer uma boneca de presente


"Como você reagiria se o seu filho pedisse uma boneca como presente de aniversário? Em vídeo publicado na Internet, homem diz que 'sempre respeitará as escolhas dos filhos e nunca deixará de amá-los'


O que você faria se seu filho pedisse uma boneca de presente? O americano Mikki Willis não teve dúvidas e comprou a Barbie que o filho pediu na hora. O vídeo (assista abaixo) em que o pai de Ojai, na Califórnia, conta qual foi sua reação ao saber da escolha do filho já se tornou viral na internet, alcançando mais de 15 milhões de visualizações no facebook e 200 mil compartilhamentos.

No registro vídeo, o pai conta que seu filho mais velho, Azai, de 4 anos, tinha ganhado dois presentes iguais de aniversário, por isso, levou o menino para trocar um deles por algo diferente. Ao chegar à loja, o garotinho escolheu uma Barbie da princesa Ariel, do filme da Disney “A pequena sereia”.

“Agora, como você acha que um pai se sente quando seu filho escolhe isso?”, questiona o pai, exibindo a boneca. “Yeah!”, grita ele em seguida! “Eu deixo meus filhos escolherem a vida que quiserem. É assim que a mãe deles e eu pensamos. Eles podem ser o que quiserem”.

Na sequência, Willis, que também é pai de Zuri, de 1 ano e meio, promete aos dois meninos que eles não terão as sexualidades ou suas personalidades reprimidas.

“Escolham sua forma de se expressar, escolham o que gostam de fazer, escolham sua sexualidade. Vocês têm a minha palavra, nesse momento, em que estamos sentados nesse carro quente, nesse estacionamento, de que vou amá-los e aceitá-los independentemente da vida que escolherem”, declara o pai aos meninos, que gritam de felicidade.

Em uma mensagem de agradecimento pela enorme projeção do vídeo, Willis ainda comenta que a escolha do menino não o surpreendeu.

“Azai fica igualmente fascinado com princesas e com robôs. Em alguns momentos, ele é um garotão, e, no próximo, ele expressa um lado mais sensível e angelical. Para mim, esse comportamento é mais autêntico do que tocar uma nota só o tempo todo”, explica o pai.

Willis diz que a única coisa que o surpreendeu em sua tarde de compras com os filhos foi notar que não havia bonecas negras, asiáticas ou de etnias e tipos de corpos variados nas prateleiras. Apesar de ter sugerido que Azai procurasse uma boneca “mais realista”, o pai lembra que aceitou a escolha do garotinho no momento em que Azai foi enfático: “Eu quero a sereia”.

“Meu trabalho como pai é oferecer aos meus meninos um campo seguro para os meus meninos brincarem com o que escolherem, ou, melhor ainda, criarem seu próprio jogo!”, afirmou Willis.

Vídeo:











Um comentário:

Anônimo disse...

Boneca de presente para um menino só se for inflável...