As três grandes mentiras da mídia sobre a Venezuela

"Leia a declaração do Ministério do Poder Popular para as Relações Exteriores da República da Venezuela. 

 Ministério para as Relações Exteriores da República da Venezuela

O Governo da República Bolivariana de Venezuela manifesta seu repúdio à manobra midiática que alguns setores da direita nacional e internacional pretenderam construir, a partir de mentiras sobre a viagem de um grupo de senadores brasileiros que aterrizaram no país com o único propósito de desestabilizar a democracia venezuelana e gerar confusão e conflito entre dois países irmãos.

A primeira grande mentira midiática foi acusar falsamente o Governo da Venezuela de negar a permissão de voo para esta comitiva, e o fizeram quando sequer havia sido apresentada uma solicitação formal.

A segunda grande mentira foi responsabilizar o governo nacional de obstaculizar a via principal que une o aeroporto com a capital do país, quando, na verdade, a lamentável capotagem de um caminhão carregado com substâncias inflamáveis foi o que impediu o trânsito pela estrada, tanto assim que o mesmo incidente provocou também o atraso no transporte de um preso de alta periculosidade, expulso pelo Governo da Colômbia por sua responsabilidade no assassinato de uma jornalista durante os atos terroristas cometidos durante as barricadas do ano passado (2014).

A terceira grande mentira foi afirmar que a segurança e integridade física destes senadores da direita brasileira esteve ameaçada enquanto estiveram na Venezuela. Existe material audiovisual e fotográfico que mostra a interação dos senadores com ativistas políticos que se encontravam em ações ligadas à festa eleitoral (nota de tradução: eleições legislativas, no último trimestre do ano) que em breve que se realizará na Venezuela. Ainda assim, o Governo nacional designou um dispositivo especial de segurança conformado por mais de 30 efetivos motorizados, patrulhas e grupos de segurança, que acompanharam o grupo o tempo todo, tal como foi coordenado com a embaixada da República Federativa do Brasil.

Chama a atenção o fato de que figuras da extrema direita, que participaram nos golpes de Estado na Venezuela, também estiveram presentes em toda a agenda destes senhores da oposição internacional, sendo os autores e promotores desta patranha midiática, que busca desprestigiar a reconhecida tradição democrática da República Bolivariana da Venezuela.

A República Bolivariana da Venezuela reitera seus laços de amizade e cooperação com a nossa irmã República Federativa de Brasil, baseados no respeito mútuo, na não ingerência em assuntos internos dos Estados e na autodeterminação dos povos, e seu compromisso inalterável de mantê-los acima de qualquer manobra divisionista contra os nossos países.
_____________

A tradução é de Victor Farinelli.  

Nenhum comentário: