Alckmin corta R$ 1,6 bi da Saúde; tesoura atinge Santas Casas, remédios especiais, atendimento por OSs e serviços do Estado

"Deputado Carlos Neder (PT-SP): Governo Alckmin e lideranças do PSDB não têm moral para criticar Ministério da Saúde

Conceição Lemes, viomundo

Desde fevereiro deste ano, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), contingenciou o orçamento da Secretaria Estadual de Saúde em mais de R$ 1,6 bilhão. O valor representa quase 11% dos R$ 15,2 bilhões previstos inicialmente no orçamento da Secretaria Estadual de Saúde.

Contingenciar significa congelar recursos, tornando-os indisponíveis para gastar. Na prática, passar a tesoura em 11% da verba da Saúde do Estado.

A informação é de um estudo realizado pela assessoria econômica da bancada do PT na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). Ele baseia-se em dados do Sistema de Gerenciamento da Execução Orçamentária Estadual (Sigeo) e, desde 2 de junho, está na página do partido no portal da Alesp."
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: