A política de Segurança Pública de Beto Richa e Francischini


"Segundo mandato do governador do Paraná foi preparado para empregar a mais repressiva tática no estado: Franchiscini treinou polícia de guerra e blindagem contra imprensa

Patricia Faermann, GGN

O segundo mandato do governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preparado para empregar a mais repressiva tática de segurança pública no estado. O primeiro passo foi colocar na linha de frente o deputado federal Fernando Francischini, em um conjunto de ações de reformulação do sistema, reunindo em única pasta a Segurança e a Administração Penitenciária.
 
Ao novo secretário, Beto Richa foi claro nas determinações de diretrizes: "ser firme", "tirar bandidos das ruas", "apreender mais armas", "colocar mais autoridades dentro dos presídios". O resultado do excesso de rigidez foi, de imediato, a repressão a jornalistas - incluindo os casos de Celso Nascimento, da Gazeta do Povo, de Iverson Vaz, da CNT, além dos dois repórteres feridos ontem (29) - e o regresso da segurança na troca da função de proteger pela de punir. "
Matéria Completa, ::AQUI::

Nenhum comentário: