Tucanos do PR tratam professores com porrada

Truculência da polícia de Beto Richa deixa 107 servidores feridos, diz Rede Brasil Atual

"Requião: agressão de Richa contra os professores é estúpida, violenta, cruel,imbecil, idiota e desnecessária 

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

Na tarde desta quarta-feira (29), professores em greve no Paraná e policiais militares entraram em confronto na frente da Assembleia Legislativa em Curitiba, onde é votado projeto  de lei que altera a fonte de pagamento de cerca de 30 mil beneficiários para o Fundo Previdenciário.

De acordo com relatos, os policiais usaram bombas de gás lacrimogênio, balas de borracha e jatos de água contra os manifestantes.

“Agressão de Richa contra os professores é estúpida, violenta, cruel,imbecil, idiota e desnecessária”, manifestou-se o senador Roberto Requião (PMDB-PR) pelo twitter.

Com as mudanças na Paranáprevidência, o governo estadual, comandado por Beto Richa (PSDB-PR) deixa de pagar sozinho as aposentadorias e repassa parte da conta para os próprios servidores, já que o fundo é composto por recursos do Executivo e do funcionalismo. A medida cria uma economia de R$ 125 milhões mensais ao governo.

““Nunca imaginei que em pleno século XXI depois de lutas muito importantes pela democracia, pudéssemos viver um momento terrível como esse, um aparato policial de guerra, com helicóptero voando baixo derrubando as barracas e ameaçando retirar os professores que luta conta a retirada de direitos previdenciários dos servidores públicos do Estado do Paraná. Nesse momento, somos mais de 20 mil nessa praça de guerra.”, afirmou Carmen Foro, vice-presidenta da CUT Nacional.

De acordo com o portal G1, o presidente da Assembleia disse que manterá a votação.

“O que ocorre lá fora não é problema desta Assembleia”, declarou o presidente Ademar Traiano (PSDB).

“Não há bomba na Assembleia, a sessão tem que continuar”, finalizou.


Em tempo:
Já são 107 feridos:

http://www.redebrasilatual.com.br/educacao/2015/04/truculencia-da-policia-paranaense-deixa-107-servidores-feridos-9383.html

Nenhum comentário: