Desde janeiro, ações da Petrobras subiram mais de 40%


Do estadão

"A Bovespa enfim conseguiu romper o patamar de 54 mil pontos, renovando seu maior nível desde o final de novembro passado. Mais uma vez, subiu impulsionada por ganhos robustos de Petrobrás, que segue como preferida do investidor estrangeiro. O índice se firmou em alta no período vespertino, renovou as máximas e se sustentou no novo patamar, ajudado ainda pela valorização dos bancos nesta sessão.

O Ibovespa terminou o dia em alta de 0,76%, aos 54.214,11 pontos, renovando o maior nível desde 28 de novembro de 2014 (54.664,36 pontos). Na mínima, marcou 53.556 pontos (-0,46%) e, na máxima, 54.413 pontos (+1,14%). Na semana, pela segunda vez consecutiva, acumulou ganhos, de 2,05%. No mês, têm valorização de 5,99% e, no ano, de 8,41%. O giro financeiro totalizou R$ 6,334 bilhões.
A principal razão para a alta, segundo os profissionais, segue com o fluxo firme de ingresso de capital estrangeiro na Bovespa. A Petrobrás tem sido uma das principais escolhas, com o mercado crente que a empresa cumprirá o prazo para divulgação de seus números dos terceiro e quarto trimestres de 2014.
(…)
A Petrobrás continuou a despontar no mercado. A ação ON terminou em +2,51% e a PN, em +2,25%. Na semana, subiram, respectivamente, 11,60% e 10,26%, e acumulam, em abril, alta de 23,49% e 21,48%, na mesma ordem. Desde o piso do ano, registrado em 30 de janeiro, as ações já superam 40% de ganhos (a ON subiu 47,14% e a PN, 44,50% até hoje)."

Nenhum comentário: