1º de Maio: Globo cala Dilma !


"Usar as mídias sociais? Mas, elas são “tecnicamente” irrelevantes!

Paulo Henrique Amorim, Conversa Afiada

A Presidenta Dilma Rousseff não convocará uma rede nacional de rádio de televisão para celebrar o Primeiro de Maio.

Depois de reeleita de forma categórica, inquestionável, pela consagradora maioria do povo brasileiro, ela só veio a usar a rede de televisão para celebrar o Dia da Mulher, em 8 de março.

Até lá, nada.

Depois disso, nada.

E o Primeiro de Maio ?

Nada.

Por que ?

Porque, segundo o PiG, teme um novo panelaço, como aquele de Higienópolis, enquanto falava no Dia da Mulher.

O panelaço calou a Presidenta !

A Globo, que criou o clima para o panelaço e o transformou, no dia seguinte, na Queda da Bastilha, a Globo calou a Presidenta do Brasil !

É ou não é um impítim ?

Um impítim da Comunicação !

Aparentemente, a Presidenta prefere falar nas mídias sociais no Dia do Trabalhador.

Estranho.

Mídias sociais ?

Mas, elas são irrelevantes !

Não servem para nada !

Se for aplicada a “mídia técnica” da SECOM – em que as mídias sociais, todas, não valem trinta segundos do jornal nacional -, a participação da Presidenta nas celebrações do Primeiro de Maio será irrelevante, inócua, inútil, “tecnicamente” desprezível !

Se não for confrontada por um tuitaço da Casa Grande, coordenado pelos robôs do Aecím …

Quem mandou não fazer a Ley de Meios ?

Numa trepidante entrevista ao Estadão, no domingo 26/04, o Ministro da Comunicação (sic) Ricardo Berzoini declarou que a melhor maneira de debater um marco regulatório da Comunicação – que data de 1962 – é … o quê, amigo navegante ?

Debater !

A melhor forma de debater é o debate !

Viva o Brasil !"

Nenhum comentário: