"Vou adotar um filho e nem o Papa pode me impedir"


“Coincidência ou não, no dia em que o Papa Bento XVI condenou a adoção de crianças por homossexuais, o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ativista e homossexual assumido, afirma que pretende adotar uma criança quando completar 40 anos de idade. “Vivemos num estado laico. Quero e vou adotar um filho. É um direito meu. E nem o Papa e nem ninguém pode impedir. Adoção é direito civil. Nenhuma igreja pode se sobrepor ao Estado”, disse Wyllys em entrevista exclusiva ao 247

Paulo Emílio, Brasil 247

Coincidência ou não, no dia em que o Papa Bento XVI condenou a adoção de crianças por homossexuais, o jornal Folha de São Paulo publica uma matéria com o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), ativista e homossexual assumido, que afirma que pretende adotar uma criança quando completar 40 anos de idade. “Vivemos num estado laico. Quero e vou adotar um filho. É um direito meu. E nem o Papa e nem ninguém pode impedir. Adoção é direito civil. Nenhuma igreja pode se sobrepor ao Estado”, disse Wyllys em entrevista ao 247.

Para o deputado, o posicionamento do sumo pontífice da igreja católica ao condenar o posicionamento da suprema corte de apelação italiana que garantiu o direito de uma mãe homossexual de manter a custódia de seu filho, é uma das causas que contribuem para manter o preconceito e incentivar a homofobia contra o segmento de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT). “A homofobia ganhou secularidade e o que é pior, laicidade. O que existe é uma demonização dos homossexuais e do povo de santo. O catolicismo e qualquer outra religião tem o direito de achar que o homossexualismo é pecado e eu tenho o direito de achar que não é. O que não pode é que este posicionamento seja utilizado por grupos que reproduzem este comportamento de forma violenta ou homofóbica”, observa o parlamentar.

Como exemplo deste comportamento, Wyllys cita o último levantamento feito pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), um dos mais antigos a atuar em defesa dos direitos do semento LGBT, sobre o assassinato de homossexuais em todo o Brasil. Segundo a pesquisa, o número de mortes ligados a homofobia cresceu 27% em 2012 quando em comparação com o exercício anterior, chegando a 338 assassinatos. Desde 2005, os crimes do gênero subiram  317%.

“Qualquer cidadão, seja heterossexual ou homossexual, está sujeito a sair de casa , ser assaltado e levar um tiro. Mas o homossexual está ainda mais exposto. Basta ser apontado como tal que a qualquer momento ele pode sofrer algum tipo de agressão unicamente por razões de gênero ou de escolha sexual. É um crime de ódio”, diz o deputado.  Apesar disto, Wyllys reconhece que o incremento no registro deste tipo de crime pode estar ligado ao fato do grupo LGBT estar denunciando com mais vigor crimes desta natureza , diminuindo a subnotificação, bem como a uma maior intolerância por parte de alguns grupos sociais.

“Neste ponto a internet deu uma grande contribuição, um grande impulso, para que fosse criada uma reação contra uma situação que vivia escondida nos porões. Ela deu uma maior visibilidade a esta situação. Agora existe uma reação por parte do segmento LGBT , que deixou de ser um grupo invisível para a sociedade”, comenta.  “Não queremos ter mais direitos que ninguém, mas queremos que haja uma igualdade válida para todos. Queremos apenas o cumprimento da Constituição, que veta o preconceito em todas as suas formas”, completa.

E é neste ponto que Jean Wyllis vai de encontro ao posicionamento tomado pelo Papa Bento XVI ao condenar a adoção de crianças por homossexuais. “A igreja não pode se imiscuir em questões referentes ao Estado. O Estado é laico. Isto é uma questão de direitos civis. Não pode haver uma discriminação desta natureza, que viole uma das cláusulas pétreas da Constituição que é indiscriminável”, defende. Apesar das críticas, Wyllys observa que os setores progressistas da Igreja e que atuam junto ao grupo LGBT possuem um posicionamento diferente do manifestado pelo Papa.”

26 comentários:

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia disse...

Quem não quer reproduzir e fazer seu próprio filho não deveria ter direito à adoção, pois é uma contradição o suposto excesso de "amor" teoricamente "caridoso" em relação ao "amor" inato de quem gostaria, de fato, de ter um filho.
Os homssexuais não são a maioria em nosso planeta, portanto não podem ditar e controlar tudo e a todos.
O normal é reprodução e perpertuação da nossa espécie, e os homossexuais não estão colaborando em nada, pois ficam iguais "àquelas girafas vendidas ao mercador de Escravos no filme "Gladiator".
Niguém aguenta mais essa "lenga-lenga" de homossexuais carentes querendo atenção!!!

Carlos disse...

E dando a bunda não reproduz não, Jean????? kkkkkkkk

Anônimo disse...

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia, também os judeus não eram maioria na Alemanha nazista. Seu comentário foi preconceituoso e chulo. Uma criança abandonada nas ruas sujeito a toda sorte de drogas e violência é melhor amada do que um filho adotado por um homossexual?
Quantas crianças "reproduzidas" e odiadas por seus pais héteros!? SHUT UP!

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia disse...

Nossa o estorvo Jeanzinho postou "Anônimo"... Tudo para os Gays é preconceito. Então saiba seu moleque da "Feira-do-Pau", que a minha opinião não é preconceito, mas, sim, o CONCEITO da maioria dos habitantes do planeta, e inclusive não apenas da nossa espécie humana, porém de todas as outras, pois verifica-se claramente que o homossexualismo é uma anomalia, pois a quantidade de heterossexuais no mundo é infinitamente superior aos GLBT.
Não há o que discutir!
Homossexualidade por estar "em alta" no momento, e sabemos porque, mas é notório que há um probleminha genético nessas pessoas que desenvolvem o homossexualismo.
Se perguntássemos aos nosso DNA o que é bom, ele responderia que BOM é tudo aquilo que sobrevive e que se REPRODUZ, e em contra partida se perguntássemos ao nosso DNA que é RUIM, ele responderia, que RUIM é tudo aquilo que não sobrevive e tudo aquilo que NÃO REPRODUZ.
- Podem argumentar com qualquer área do conhecimentom, porém não conseguirão se desvencilhar da REALIDADE, pois até a matemática depende do mundo efetivo para funcionar corretamente.
Façam reposição hormonal que o homossexualismo vai embora!!!

Déh disse...

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia, Minha prima é HETERO e NÃO quer ter filhos..quer dizer que ela não pode adotar também?
Teus comentários vazios e cheio de rancor, típico de um homossexual recalcado que não tem coragem de assumir. Dá o cu que passa IUAHAIUHAIUHA
E não está em alta ser homossexual, isso existe desde os primórdios, porém não era tão exposto.
Se tu não aceita que homossexuais adotem, vai lá e abraça o mundo então, leva todas as crianças e da amor, carinho e educação...vai lá campeão, faz tua parte ¬¬
Palhaço..isso é falta de uma louça pra lavar ¬¬

Anônimo disse...

Brasileiros, cuidado!!! A agenda gayzista está caminhando a todo o vapor no país!!! Daqui a pouco ser hetero será crime!!!

Renan disse...

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia, li os seus comentários e percebi grandes semelhanças com um famoso pensador e ativista do século XX. Leia algumas de suas publicações, pois acredito que você vai se identificar. O nome dele é Adolf Hitler, pesquise no Wikipedia se preferir.

Anônimo disse...

Iria postar um comentário mas o tal de Tupy caldas já falou tudo.

Talles disse...

Tupy Caldas ou gosta de tostar o rosquita ou gosta mesmo de falar besteira.
Para inicio de papo, nao deve se falar Homosexualismo, pois o ismo refere a doença. E não é este o caso.
Agora pesquise sobre evolução, o que estamos passando na humanidade se chama evolução de especie. No se caso uma inevolução. A dispensa de relação macho-femea para se reproduzir e inevitavel. Ja existes especies assim. mas enfim ser inevoluido, sry pelo seu anus que deve ter sido violado trololo

Anônimo disse...

Cada um faz o que quer da vida, porém sou ateu e também sou contra o homosexualismo, no dia que homens e mulheres produzirem filhos a partir da relação homosexual, então, mudo de opinião.

Anônimo disse...

Eu sou da seguinte opinião: Se não gosta de gay, não se case com um. Simples..
É o tipo de coisa que não tem como ser contra ou a favor.. As pessoas são ou não assim e pronto.
É a mesma coisa de dizer que é contra ser hetero.
Quando vc é criança simplesmente descobre que gosta do sexo oposto.. Não é algo que se escolhe...
Acredito que com um cara ou moça gay seja a mesma coisa.
Ou vocês acham mesmo que se eles pudessem escolher, escolheriam o caminho mais dificl.. do preconceito, discriminação e etc..

Essas opiniões nazistas são simplesmente absurdas.

Anônimo disse...

Hoje em dia, se não concordarmos com os homosexuais, somos logo tratados como homofóbicos(temos que perder o medo de sermos taxados disso, pois se o tememos, logo perderemos o nosso direito de expressar a nossa opinião) acordem seu vando de idiotas(não tenho vergonha qdo me chamam de homofóbico ou machista, muito pelo contrario)... Quer ter um filho, faça um...

Anônimo disse...

Coitada é da criança, esse Jean Willys não tem mais argumentos, agora quer polemizar deste modo, achei interessante ver um animal aí em cima descrever homossexualismo como evolução, esse foi o maior absurdo que já escutei em minha vida, só tenho uma coisa para afirmar, primeiro prove cientificamente a teoria da evolução, segundo, prove que o homossexual é mais evoluído que um homem ou mulher normais, depois me venha com essa baboseira.

Handryl disse...

Engraçado quem que adotar eles nao deixa, mas quem nao que pode adotar ! Pense nas crianças coitadas delas elas precisão de uma familia e os homossexuais estão desposta a dar uma familia para essa criança !

Gustavo Henrique disse...

Uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa! O Papa, dentro de sua religião, dizer que não apoia a adoção de crianças por homosexuais, está dentro do seu direito de opinião. Eu particularmente sou contra o casamento religioso entre homosexuais nos casos que ferem os costumes da religião em questão. Porém, sou totalmente a favor do casamento cível, pois cada um tem direito de amar e viver com quem bem entender, independente do sexo. Quanto a adoção de crianças por homosexuais, também sou a favor! Pois muitos casais ditos normais não cuidam de suas crianças e eu prefiro ver uma criança cercada por amor e boa educação, que um casal de pessoas do mesmo sexo pode oferecer. Sou hétero, mas acho que devemos respeitar as escolhas do próximo!

Anônimo disse...

Acho que essa febre a favor de homossexuais já ta enchendo. Ta na hora dessa merda acabar. Espero que seja pelo bem.

Anônimo disse...

agora ser contra os homossexuais eh ser "homossexual enrustido",ah vai a merda, e esse argumento que tem vários pais que não cuidam dos filhos e que ficam a merce das drogas,isso não eh argumento,quem garante que os pais homossexuais serão melhores pais que esses que eles tanto criticam? e tem outra, homofóbico são os próprios homossexuais,que não aceita a opinião dos outros e tenta impor seus estilo de vida.

Rua Tupy Caldas, Alagoinhas - Bahia disse...

Não adianta espernear, pois quem não reproduz é claramente 50% ser humano, pois não há como haver perpetuação da espécie sem reprodução entre os gêneros opostos.
- Podem xingar, maldizer, usar analogias extemporâneas, que nada disso vai desmentir a situação patológica dos homossexuais no planeta.
Façam as "contas": quantos heterossexuais existem no planeta e qual o total de homossexuais?
Não há ao que ter dúvida!!!
O tal Jean está escrevendo igual a um desesperado, para tentar conter os meus argumentos...kkk...rsrsrs...
Jean andava lá pela Feira-do-Pau em Alagoinhas, Bahia. Eu moro na Rua Tupy Caldas e sei quem é esse cidadão!
Gay não faz nenem (só quanto tem recaída)...rsrsrs...

Anônimo disse...

Os gays vivem reclamando que são vítimas de preconceito. Mas, ao mesmo tempo, não suportam críticas. Se alguém streve-se a critica-los é logo chamado de "homofóbico", "preconceituoso", "reacionário", etc. Vai entender a mente gay...

Anônimo disse...

Sou hetero e quero adotar um filho. Isso não tem a ver com "ah, a pessoa tem que fazer seu próprio filho".

Importante é cuidar e dar amor, isso é ser pai. Colocar no mundo é fácil, mas ser PAI de verdade é assumir um filho pra si e assumir junto a responsabilidade de amar e proteger ele.

E sim, to achando os comentários desse tal "Tupy" no mínimo absurdos.

Anônimo disse...

so nao diga a ele que dar a bunda e normal..

Anônimo disse...

Não adianta, enquanto religiosos forem maioria viveremos num regime irracional onde um INUTIL dita as regras imbecis com base em conto de fadas e tem apoio da massa.

Tudo está conectado, Religião e politica andam de mãos dadas, enquanto empurram besteiras e fazem os "crentes" acreditarem que os maus vão se dar mal após a morte e que os próprios devem fazer o que acreditam ser o certo e "foda-se" o resto, continuaremos alimentando essa idiotice.

Duvido que mais de 9% dos crentes brasileiros se interessam em tirar crianças da rua ou de lares de adoção, ai quando um gay se interessa em fazer, os crentes aparecem do nada dizendo ser um absurdo. Possivelmente se tivesse uma votação os crentes diriam que é melhor uma criança ficar jogada sozinha do que viver em um lar gay.

E farão isso com a conciencia limpa de que estão fazendo o certo e que o amigo invisivel deles está apoiando essa atitude imbecil

Anônimo disse...

Essa história de adotar uma criança, nada mais é do que uma tática do movimento gay tentar assumir o poder no mundo um dia. A criança crescendo num ambiente gay, ficará mais fácil dominar. Na cabeça de uma criança, tudo o que ela ver e ouvir por parte de seus pais, será como algo normal e ela ao crescer defenderá a causa gay. E podem se preparar, se quisermos mudar este quadro teremos que derrubar este governo petista do cão. Marta Suplicy e Lula são os maiores causadores dessas aberrações em nosso país.

Anônimo disse...

SUA SORTE É QUE NINGUÉM PODE LHE IMPEDIR. POR QUE SE PUDESSE COM CERTEZA VC JAMAIS FARIA UM MAL TÃO GRANDE DESSES A UMA CRIANÇA. SE VC PREFERE SER UMA ABERRAÇÃO, QUE SEJA. VIVA COMO UMA. AGORA QUERER APARECER ADOTANDO UMA CRIANÇA PRA DIZER QUE É NORMAL, ISSO É MALDADE.

Anônimo disse...

e daí q os gays estão sofrendo preconceito? eles são melhores q os negros, q os asiáticos, q os judeus? esse viadim de merda devia era trabalhar para tentar diminuir a mortalidade infantil no Nordeste, por exemplo.Tome cuidado, meu povo, pois daki a pouco, ser macho será crime!

Anônimo disse...

Gay=Shit=Trash=freaks

Coitada dessa criança que for adotada


Alias não é preconceito, é um conceito formado. Não gosto, não concordo e por mim essa raça deveria continuar escondida no submundo deles sem botar a cara para fora na luz do dia.