Soninha (2,65%) vitupera: “Haddad é um filha da p...”

“Ex-candidata do PPS, que não chegou a 3% dos votos no primeiro turno para prefeito de São Paulo, dá contribuição de "alto nível", na ironia do ator Paulo Cesar Pereiro, para o debate eleitoral; "Podia ter dito simplesmente 'sujo'", tentou consertar ela em seu blog; no primeiro momento, Soninha ofendeu o candidato do PT com um xingamento pesado (acima); à revista Status, a política que aderiu a José Serra abriu seu coração: "É. Eu gosto dele. Muito"


Ex-comentarista futebolística, Soninha Francini, candidata do PPS que obteve 2,65% dos votos válidos no primeiro turno da eleição para prefeito de São Paulo, mostrou hoje, em seu blog, que entrou para política mas ainda não saiu das arquibancadas. Num post bastante confuso, sobre questões de creches nos planos municipal e nacional, ela concluiu em seu blog, nesta sexta-feira 19, que o postulante do PT, Fernando Haddad, "é um filha da p...". Mais tarde, alertada da gafe, saiu-se também em sua página na internet com uma emenda do mesmo padrão do soneto:

Sem-fim
[Pra quem veio aqui procurando um palavrão xingando o Haddad: apaguei. Estava com muita raiva e escrevi como falo [falo muito palavrão]. Podia ter dito simplesmente "SUJO". No fim, substituí por "MUITO cinismo". Era lá que estava o "filha da p."]


O ator e ex-candidato a vereador Paulo Cesar Pereiro, por meio de seu twitter, observou, com fina ironia, o quanto Soninha, com suas manifestações, deu uma contribuição de "alto nível" para o debate.

Ex-subprefeita da Lapa na gestão de Gilberto Kassab, Soninha teve na eleição deste ano metade dos votos obtidos no pleito de 2008, quando também concorreu à Prefeitura. Em campanha, ele afirmou que vai tentar, sempre, se eleger prefeita. Nessa estratégia, aliou-se antes mesmo da eleição em primeiro turno ao candidato José Serra. Já na sexta-feira 5 de outubro, dois dias antes da eleição, a candidata fez disparos pela internet anunciando seu apoio ao candidato do PSDB.


Em seguida, foi a um encontro político dos tucanos para se mostrar de mãos dadas com o ex-governador. Agora, manifesta toda a sua oposição ao adversário Fernando Haddad, avançando pelo terreno que muitos definem como baixaria. A manifestação de Soninha pode ter duas explicações, à primeira vista. Uma delas é o péssimo desempenho de seu candidato nas pesquisas de opinião. Outra, complementar, é todo o apreço que sente por ele. "É. Eu gosto dele. Muito", disse ela à revista Status sobre o marido de dona Mônica Serra (aqui).”

Comentários

  1. Conheça o Hiper Links, divulgue seu conteudo conosco e aumente seu tráfego.
    É muito fácil enviar seus links, não precisa de cadastro.
    http://hiperlinks.org/

    ResponderExcluir

Postar um comentário