Candidata a musa da CPI está na mira dos senadores


Parlamentares petistas planejam convocar Andressa Mendonça, a noiva de Carlinhos Cachoeira, para prestar depoimento na comissão parlamentar aberta para investigar o bicheiro; dona de uma loja de lingerie em Goiânia, empresária vem mandando recados pelo noivo por meio de entrevistas


Dificilmente o posto de musa da CPI do Cachoeira não será ocupado pela empresária Andressa Mendonça, noiva do bicheiro que dá nome à comissão. Andressa, que vem atuando com a voz de Cachoeira por meio de entrevistas (numa, ela disse que Cachoeira “se considera um preso político”, deve ser convocada para prestar depoimento na CPI.

Segundo nota da coluna Radar, os petistas Humberto Costa, Walter Pinheiro e José Pimentel resolveram convocar a empresária baseados nos fatos de que “Andressa circulava com o marido entre figuras importantes” e que “conhece a rede de influências” de Carlinhos. Pela beleza e pela proximidade com o contraventor, Andressa vem frequentando o noticiário desde que Cachoeira foi preso, no dia 29 de fevereiro – eles estavam com o casamento marcado para março.

Famosa em Goiás, a moça de 30 anos já frequentava as colunas sociais locais, pelo menos desde o lançamento de sua loja de lingeries da marca Valisere – com sala de fetiche e tudo. Depois do início tímido da CPI do Cachoeira, sem convocações de governadores, do procurador-geral da República ou de Fernando Cavendish, da Delta Construções, seria essa a aposta dos parlamentares para esquentar as apurações?”
Foto: Lula Marques/Folhapress

Nenhum comentário: