MPF quer retratação de Silas Malafaia por comentário homofóbico


Ana Cláudia Barros, Terra Magazine

“A Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo quer retratação do programa "Vitória em Cristo", exibido pela Rede Bandeirantes, em razão das declarações do pastor Silas Malafaia, veiculadas na atração em 2 de julho de 2011. A PRDC considerou homofóbicos os comentários do pastor, que defendeu "baixar o porrete" e "entrar de pau" contra integrantes da Parada Gay.

A ação, que também é contra a TV Bandeirantes, foi proposta nesta quinta-feira (16) e tramitará em uma das varas cíveis da Justiça Federal de São Paulo. O caso havia sido denunciado pela Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) ao Ministério Público Federal, o que motivou a abertura de um inquérito civil público.

De acordo com informações publicadas na página da Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão em São Paulo, no curso do inquérito, Malafaia explicou que tinha feito uma "crítica severa a determinadas atitudes de determinadas pessoas desse segmento social, acrescida também de reflexão e crítica sobre a ausência de posicionamento adequado por parte das pessoas atingidas". Segundo o argumento apresentado por ele, as expressões "baixar o porrete" ou "entrar de pau" significavam "formular críticas, tomar providências legais".

Ainda conforme informações divulgadas no site, o procurador Regional dos Direitos do Cidadão, Jefferson Aparecido Dias, entendeu que as expressões apresentavam "claro conteúdo homofóbico" e que incitavam a violência contra os homossexuais. Na interpretação dele, as palavras "configuram um discurso de ódio, não condizente com as funções constitucionais da comunicação social".

Segundo a PRDC, durante o inquérito, Malafaia pediu a seus fiéis que enviassem e-mails em sua defesa ao procurador da República responsável pelo caso. Centenas de mensagens eletrônicas e correspondências foram encaminhadas ao gabinete de Jefferson Aparecido Dias, que questionou a iniciativa: "Da mesma forma que seus seguidores atenderam prontamente o seu apelo para o envio de tais e-mails, o que poderá acontecer se eles decidirem, literalmente, 'entrar de pau' ou 'baixar o porrete' em homossexuais?"

8 comentários:

Luciano disse...

Aposto que esse farsante já, já, sai do armário! Basta ele fazer um exame da próstata.

Anônimo disse...

.


“A Bíblia, sobretudo no mundo protestante, foi transformada numa simples coletânea de preceitos éticos ou numa teologia escolástica, em uma espécie de dose de ópio destinada a manter pacientemente submissas as bestas de carga humana."
Huberto Rohden


.

Belugo disse...

O pastor Silas Malafaia (foto), da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, vai processar Tony Reis, presidente da ABLGT (Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transexuais e Travestis) por ter usado um vídeo editado para pedir providências ao Ministério Público para que o seu programa de TV fosse retirado do ar
O vídeo, originalmente postado no Youtube, extraiu do programa o trecho em que o pastor diz que a Igreja Católica tinha de “baixar o porrete em cima deles” [homossexuais] porque “ridicularizaram” símbolos religiosos na Parada Gay deste ano. Em seguida, o vídeo mostrou trecho da reportagem da Band sobre o caso de um casal de gays que tinha sido agredido por homofóbicos, dando a entender que foi uma consequência da pregação do pastor. - Agora ninguem falou na atitude desonesta destes gays, nesta atitude vergonhosa de verdadeiros farçantes!!! E agora? Vão se lascar pois isto é no mínimo perjúrio!!! Precisam de porrete mesmo!!! Coisa de mal carater!!! Depois desta vai qrer se justificar ainda? Talvez vão, pois sao coitadinhos!

Anônimo disse...

pra que processar ele só falou que quem vai na parada gosta de entrar no pau. e deixem eles falar vão dar o popothy e parem de ficar na net

Anônimo disse...

mas puto leva pau mesmo! Q q tao reclamando?

Anônimo disse...

Vote contra a PL 122, puta vergonha cara, esses bambis querem fazer o que quiser com o país, Silas Malafaia tem o direito de se expressar, esse bando de colorido ta passando dos limites

Anônimo disse...

Odeio mais esse cara do que os gays...ele com certeza tem seu lugar no inferno reservado!

Anônimo disse...

isso é o minimo, o mp devia envestigar as contas desse senhor e familiares.