Postagens

Medo de Bolsonaro é PF encontrar sinais de toma-lá-dá-cá para aprovar seu filho na embaixada

"A grande preocupação, tanto de Alcolumbre quanto de Bolsonaro é que a polícia encontre nos computadores apreendidos não provas de falcatruas do passado e sim rastros da negociação que o líder do governo vem conduzindo, em parceria com Alcolumbre, com o propósito de convencer seus colegas a aprovarem o filho de Bolsonaro embaixador em Washington e a reforma da Previdência", constata o jornalista Alex Solnik

Via Brasil 247 -

Por Alex Solnik, para oJornalistas pela Democracia

É evidente que os agentes da PF não vão encontrar nenhum material que possa eventualmente confirmar as acusações feitas contra o senador Fernando Bezerra Coelho por um delator na busca e apreensão que realizaram ontem em seu gabinete na liderança do governo no Senado.

  O episódio da propina de R$5,5 milhões que o acusam de ter recebido é de quatro anos atrás. Ele não ia deixar rastros desse episódio durante tanto tempo. E ainda por cima no gabinete que assumiu no começo do ano.

  Ainda assim…

Vai sobrar para Moro. Por Helena Chagas

Queimadas aumentaram, mas não estão nos jornais

Chemical Brothers - The Private Psychedelic Reel [HD] Brasil!!!!

Um governo imprestável

Comentários dos bolsominions arrependidos #24

OH! Bolsonaro com um corrupto!

Conversa gravada por delator motivou Operação contra líder do governo no Senado

PITACO DO BARÃO #05: CPMI DAS FAKE NEWS ASSOMBRA GOVERNO BOLSONARO

Dólar vai a R$ 4,16. E por que tem quem compre?

São Paulo despenca 16 posições em ranking de centros financeiros globais

Parte do STF vibra com Barroso colocado na berlinda

Bolsonaro desconfiado de Moro questiona: "A PF está sem controle?"

Eduardo Moreira ataca "elites" e irrita Leda Nagle

VERDADE, DOGMAS E FANÁTlC0S

Divórcio entre lavajatismo e bolsonarismo isola Bolsonaro

CONGRESSO EM FOCO - "Que se dane se é filho do presidente", diz Major Ol...

Bolsonaro aposta, de novo, em ser “lobo solitário”?

Desembargador manda autos do processo do sítio de Atibaia voltarem para o relator