Jornalista Vera Guimarães Martins destaca publicações do jornal ao longo da semana que dão destaque a "negociações prévias de delação" premiada, como foi o caso de Nestor Cerveró, que citou Dilma e Lula no resumo das informações, mas mudou a versão no documento final, homologado pelo STF; "É uma mostra do quão movediço é o terreno pré-delação", observa Vera

Brasil 247

A jornalista Vera Guimarães Martins, ombudsman da Folha de S. Paulo, analisa neste domingo 17 os títulos e reportagens publicados pelo jornal ao longo da semana que dão destaque a "negociações prévias de delação" premiada no âmbito da Operação Lava Jato.

Cerveró abala a “República de Vazamentos”

Nestor Cerveró (Wilson Dias/Agência Brasil)
Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

É como se o autor de novelas entregasse uma sinopse à emissora e, na hora de escrever os capítulos, contasse  uma outra história.

Para conseguir os benefícios da delação premiada, Nestor Cerveró, ex-diretor da Petrobras, entregou aos investigadores da Operação Lava Jato um resumo das denúncias que pretendia fazer, envolvendo a presidente Dilma e os ex-presidentes Lula, FHC e Collor, entre outros políticos. O acordo foi aceito pela Justiça

Acontece que esta sinopse foi vazada para a imprensa e se transformou nas últimas semanas em manchetes de jornal e capas de revista, como se fossem fatos consumados e comprovados. Nesta quinta-feira, ficamos sabendo, graças à revelação feita pela equipe do jornal "Valor Econômico", editado pelos grupos Folha e Globo, que acusações indicadas no rascunho desapareceram no termo do depoimento formal feito por Cerveró na delação premiada homologada pelo ministro Teori Zavascki, relator da investigação no Supremo Tribunal Federal.

Chico vai à Justiça por um basta nas agressões

Artista processará o jornalista João Pedrosa, que publicou em seu perfil no Instagram, ao comentar uma foto da atriz Silvia Buarque, filha de Chico, ao lado do pai e da irmã Helena: "Família de canalhas!!! Que orgulho de ser ladrão!!!"; para Chico, chegou a hora de dar um basta às falsas acusações que circulam na internet, inclusive as de que ele é beneficiário da Lei Rouanet; em dezembro, o cantor foi alvo de agressão verbal ao sair de um restaurante com amigos, no Rio; o artista foi chamado de "merda" e "petista ladrão" por um grupo de jovens por fazer defesas ao governo do PT

Brasil 247

Alvo recente de agressão verbal no Rio de Janeiro por defender o governo do PT, o cantor e compositor Chico Buarque processará por danos morais, junto com a atriz Marieta Severo e as filhas do casal, o jornalista paulista João Pedrosa.

No fim de dezembro, Pedrosa postou em seu perfil no Instagram ao comentar uma foto publicada pela atriz Silvia Buarque ao lado do pai e da irmã Helena: "Família de canalhas!!! Que orgulho de ser ladrão!!!".

Charge do Mariano

A Charge Online

Conspiração policial


Mino Carta, CartaCapital

Já tivemos um exército de ocupação, convocado pela casa-grande em 1964. O gendarme indispensável ao golpe, a favor dos senhores com a bênção, não somente metafórica, de Tio Sam. De mais de uma década para cá, somos forçados a colher fortes indícios de que contamos com uma polícia para cuidar dos interesses da minoria privilegiada.

Aquelas Forças Armadas derrubaram o governo. Esta polícia, ou pelo menos alguns de seus núcleos, conspira contra o governo. O tio do Norte está aparentemente mais distante, mas não desgosta de um satélite em lugar de um país independente.

A postura conservadora da caserna, em momentos diversos francamente reacionária, sempre arcou com um papel poderoso, quando não decisivo, na história do Brasil.

Antropoceno: a era da manipulação da informação

"85,5% das importações audiovisuais da América Latina são originárias dos EUA, e elas estão tentando construir a ideia de que não existe aquecimento global. 

Najar Tubino, Carta Maior

Enojar é o verbo inspirador deste texto. Depois de muito pesquisar sobre a concentração de poder no mundo hoje, onde 147 transnacionais controlam outras 43 mil, o que corresponde a 40% do mercado mundial, onde os três principais veículos de economia do mundo ocidental fazem parte da carteira de clãs conhecidos há séculos, como os Rothschild, Agnelli, ou já na era moderna, os Murdoch, donos do The Wall Street Journal, do Dow Jones e da Fox News, que divulga diariamente as mentiras sobre as mudanças climáticas e o aquecimento global. The Economist, a revista inglesa de 1873 é a outra fonte, muito celebrada pelos neoliberais e conservadores por sua respeitabilidade, transparência e ética.

Charge do Charlie Hebdo com garoto sírio morto causa revolta nas redes sociais

As redes sociais explodiram em ultraje, desde ontem, diante de uma charge do Charlie Hebdo.

Nela, o garoto sírio morto afogado aparece, crescido, correndo atrás de mulheres, numa alusão a recentes episódios na Alemanha em que refugiados foram acusados de assediar alemãs.

O jornal foi acusado de racismo, insensibilidade e de quebrar todos os limites da decência.

Uma tia do garoto, no Twitter, pediu que fosse respeitada a dor da família.

O autor da charge foi um dos feridos no atentado de um ano atrás que matou vários integrantes do Hebdo.
Do DCM

Racismo na Globo revolta alunos e professores

Um comentário do jornalista Alexandre Garcia, ex-porta-voz da ditadura militar, na Globo do Distrito Federal, provoca imensa revolta em alunos e professores de escolas públicas, bem como na comunidade acadêmica; Garcia afirmou que os cotistas que entram na Universidade de Brasília (UnB) não possuem méritos e estão lá por "pistolão", muito embora estudos comprovem que os cotistas vêm tendo desempenho melhor do que os não cotistas; "Quem ascendeu na carreira com favores e migalhas dos plutocratas só pode enxergar nos outros os vícios que carrega", diz o estudante João Marcelo; a professora Flávia Helen, que atua na rede pública do Distrito Federal, avisa: "É só o começo. Nós vamos invadir sua praia e você será atendido por médicas e advogados negros"

  Brasil 247

Um comentário do jornalista Alexandre Garcia, ex-porta-voz da ditadura militar, num noticiário local da Globo em Brasília provoca imensa revolta entre alunos e professores da rede pública, bem como na comunidade acadêmica.
 
Garcia afirmou que os alunos cotistas da Universidade de Brasília entrariam pelas costas na universidade pública, sem ter, na sua avaliação, mérito para estudar nas instituições federais de ensino superior. Estariam lá por "pistolão", segundo disse o jornalista."
Matéria Completa, ::AQUI::

Calote de Serra amplia guerra interna no PSDB

 "Conflito entre os principais interessados em concorrer à presidência da República pelo PSDB – os senadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin – já foi parar na Justiça; comando nacional do partido, presidido por Aécio, se recusa a pagar uma dívida de R$ 17,1 milhões que Serra deixou em sua campanha à Prefeitura de São Paulo em 2012, quando foi derrotado por Fernando Haddad (PT); o diretório estadual paulista, influenciado por Alckmin, também não reconhece a dívida; queda de braço apenas adianta o cenário interno da legenda em 2018

Brasil 247

Os três maiores interessados em concorrer à Presidência da República em 2018 pelo PSDB, os senadores José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já adiantaram um conflito motivado pelo calote deixado por Serra em sua campanha à Prefeitura de São Paulo em 2012, quando foi derrotado por Fernando Haddad (PT), atual prefeito.

Suplicy: ação da Polícia Militar foi abusiva

Sarah Fernandes, Rede Brasil Atual 

O secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Eduardo Suplicy, considerou “um tanto abusiva” a atuação da Polícia Militar nos dois últimos atos contra o aumento da tarifa do transporte público (de R$ 3,50 para R$ 3,80), organizados pelo Movimento Passe Livre (MPL), na capital paulista. O terceiro protesto ocorre na tarde de hoje (14), no Largo da Batata, na zona oeste, e diante do Teatro Municipal, na região central.

“Pelas imagens e pelo que vi da janela do meu gabinete da manifestação de sexta (8), quando vi o lançamento de bombas sobre centenas de pessoas com o risco de feri-las, acho que ação da Polícia Militar foi um tanto abusiva”, disse Suplicy durante reunião entre a secretaria, a prefeitura e o Ministério Público (MP). Os integrantes do MPL não compareceram ao encontro, que ocorreu na manhã de hoje, na sede do MP, no centro da cidade.

Aécio quer calar o jornal ‘Brasil de Fato’

Altamiro Borges, Blog do Miro

A Folha desta quarta-feira (13) informa – talvez excitada e saudosista dos anos da ditadura militar – que “o senador Aécio Neves, presidente do PSDB, iniciou uma ação na Justiça de São Paulo contra o grupo que edita o site e o semanário ‘Brasil de Fato’, criado em 2003 com o apoio e organização do MST. Os advogados do tucano pedem a reparação por danos morais – a ser definida pelo juiz – com base na acusação de que o jornal ‘manipulou deliberadamente’ informações para associar o tucano a ‘atos criminosos’. A ação foi aberta em outubro do ano passado e questiona reportagem publicada na capa da edição mineira do semanário, em julho de 2015. A manchete do texto diz que ‘Aécio é investigado por desvio de R$ 14 bilhões’”.

Charge do Aroeira


Ataulpho Merval entendeu o Cerveró!

Ilustração de GeoPolitico Blog no Facebook
 Paulo Henrique Amorim, Blog: Paulo Henrique Amorim

"Ele é Ministro pelo Quinto Constitucional

O Ataulpho Merval de Paiva deve ter conversado com um daqueles vazadores.

Ataulpho tem prioridade, já que se trata de um expoente do colonismo de colonistas sólidos, líquidos e gasosos.

Na colona de hoje, no Globo, ele, finalmente, faz a exegese definitiva das delações ou "citações" do Cerveró.

Só o Ataulpho seria capaz desse proeza: entender a secreta essência de 98.093 delações - e uma citação - do Cerveró.