24 julho 2014

Charge do Bessinha


Israel pratica “genocídio” em Gaza, diz Garcia


"Assessor da presidente Dilma Rousseff em assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia classifica como "genocídio" e "massacre" os ataques de Israel contra os palestinos, que já deixaram mais de 600 mortos do lado de Gaza e 35 do lado dos israelenses; "O que nós estamos assistindo no Oriente Médio, pelo amor de Deus, é um genocídio, é um massacre", afirmou; Garcia é contra, porém, uma intervenção da ONU na região e diz que a organização está enfraquecida por falta representatividade em seus órgãos de decisão; em nota, Itamaraty considerou "inaceitável" a escalada de violência entre Israel e Palestina

Brasil 247

O chefe da Assessoria Especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, classificou como "genocídio" os ataques de Israel contra Gaza, conflito que, segundo a Organização das Nações Unidas, já deixou mais de 600 palestinos mortos nos últimos 15 dias, contra 35 israelenses.

Questionado se o Brasil não está sendo incoerente ao condenar os ataques de Israel e apoio dos Estados Unidos às forças israelenses, mas não o governo russo de Vladimir Putin em relação à região da Crimeia e Ucrânia, e se isso também não enfraqueceria a ONU, Garcia afirma que as Nações Unidas estão enfraquecidas por outras razões, essa seria apenas uma delas.

Tancredoporto de Cláudio também foi irregular. Mas 160 vezes mais barato que o Aecioporto


Fernando Brito, Tijolaço  

"Quem sai aos seus não degenera, diz o ditado.

Ficamos sabendo, pelo Estadão, que a pista de terra que antecedeu o aeroporto asfaltado feito com dinheiro público para levar Aécio Neves à sua fazenda, no Município de Cláudio também foi feita com dinheiro público.

Mais precisamente com dinheiro que Tancredo Neves transferiu do governo de Minas para seu cunhado (e prefeito) Múcio Tolentino abrir a pista de terra que havia antes ali.

E que o Ministério Público Estadual em 2001, pedindo o bloqueio de bens  do titio Múcio – inclusive da fazenda do aeroporto desapropriada–, entre outras acusações, por dano ao erário, o que não estaria prescrito.

Será que o netinho –  em 2001 já com 40 anos e novo chefe do clã – não sabia disso, quando mandou desapropriar aquele terreno?

Aécio construiu aeroporto em outra cidade que tem fazenda: Montezuma

Outras cidades próximas já contam com pista de pouso
"Cidade tem 7.500 habitantes, apenas 27% das residências atendidas por rede de esgoto e muitas ruas não têm ainda um asfalto como o da pista do aeroporto, feito com recursos do município

Helena Sthephanowitz, RBA / Blog da Helena

Não foi só a cidade de Cláudio (MG), onde o senador Aécio Neves (PSDB) tem propriedade rural, que teve aeroporto construído com critérios que mais atendem a conveniência privada da oligarquia política dos Neves da Cunha do que ao interesse público.

A cidade de Montezuma, no norte do estado, também teve sua pista de pouso asfaltada quando o tucano era governador. A Perfil Agropecuária, empresa herdada pelo senador tucano, apropriou-se de 950 hectares de terras no município, que o estado de Minas Gerais considerava públicas, por meio de um polêmico processo de usucapião.

Para ONU, Brasil é exemplo de como evitar retrocesso em ganhos sociais

Brasil subiu no ranking de desenvolvimento humano das Nações Unidas
"Para a ONU, políticas adotadas pelo Brasil, como o Bolsa Família, podem servir de exemplo para os países que querem evitar retrocessos em seus indicadores sociais.

BBC Brasil 

Em seu mais recente relatório do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), divulgado nesta quinta-feira, o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas (PNUD) faz um alerta sobre a necessidade de estratégias que consolidem os avanços obtidos nas áreas de educação, saúde e renda em diversos países.

No ranking elaborado pela ONU com base no IDH de 187 países, o Brasil teve uma ligeira melhora e subiu uma posição para o 79º lugar.

Segundo a organização, nos últimos anos teria ocorrido uma desaceleração no progresso do índice de desenvolvimento humano no mundo.

Verdades, mentiras e manipulação

Luciano Martins Costa, Observatório da Imprensa

 'Os principais jornais do país publicam nas edições de quarta-feira (23/7) a mais recente pesquisa Ibope de intenções de voto para presidente da República. Segundo as análises disponíveis na imprensa, os números indicam que a Copa do Mundo não alterou o quadro eleitoral: a situação é de relativa estabilidade, com a presidente Dilma Rousseff (PT) mantendo suas chances de reeleição, com 38% dos votos contra 22% de Aécio Neves (PSDB) e 8% de Eduardo Campos (PSB). 

Num eventual segundo turno, a presidente seria reeleita com uma vantagem de pelo menos 8 pontos porcentuais sobre o adversário mais bem colocado.

O quadro pintado pelos analistas representa exatamente o oposto do cenário ideal imaginado pelos coordenadores de campanha de Neves e Campos: a atual presidente se aproxima do início da propaganda oficial, quando terá o dobro do tempo de televisão e rádio de seu principal oponente, em situação de estabilidade e com claras possibilidades de consolidar sua base de votos.
Por outro lado, o senador tucano se atrapalha ao se defender da acusação de que teria mandado construir com dinheiro público, quando era governador de Minas Gerais, um aeroporto que serve apenas à sua família.

SP: mais de 13% dizem votar em Dilma e Alckmin


"De acordo com pesquisa Datafolha, em São Paulo, a segunda chapa com mais votos no Estado é a composta por Dilma Rousseff (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB); cerca de 13% dos paulistas dizem votar em “Dilmalckmin” contra os 18% que declaram fidelidade a “Alckmécio”, em referência ao presidenciável tucano Aécio Neves

Brasil 247

Recentes pesquisas Datafolha apontam que os eleitores não seguem obrigatoriamente uma fidelidade partidária nas votações à Presidência e para governador.

Em São Paulo, a segunda chapa com mais votos no Estado é a composta por Dilma Rousseff (PT) e Geraldo Alckmin (PSDB). Cerca de 13% dos paulistas dizem votar em “Dilmalckmin” contra os 18% que declaram fidelidade a “Alckmécio”, em referência ao presidenciável tucano Aécio Neves.

Já a sondagem de Alckmin com o candidato do PSB, Eduardo Campos, não ultrapassa os 4%.

O tucano, que aparece como favorito na disputa pela reeleição no Estado fara palanque duplo para Aécio e Campos, seguindo aliança com seu vice Márcio França, do PSB.

Já o candidato do PT na disputa é o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que aparece em terceiro nas intenções de voto, atrás de Paulo Skaf (PMDB) (leia aqui)."

23 julho 2014

Charge do Bessinha


Getúlio, Lula, as eleições e o Estadão

Fernão e os demônios
Diário do Centro do Mundo

"A boa notícia, para Fernão Lara Mesquita, um dos herdeiros do Estadão, é que nunca um artigo seu repercutiu tanto na internet.

A má é que a repercussão se deu na forma de gargalhadas.

Fernão é, neste momento, uma piada digital.

Merecidamente.

Num texto pomposo e pretensamente profundo, Fernão atribuiu todos os problemas do Brasil a Getúlio Vargas.

Getúlio se matou e entrou para a história em 1954, mas segundo Fernão ele reencarnou em Lula.

Num universo distópico, há um foco de resistência aos dois demônios: São Paulo.

Aécio e sua “bolsa família”: Parasitismo estatal para si, liberalismo para os outros

Aécio: parasitismo estatal para si e… liberalismo para os outros
Luis Carlos da Silva, especial para o Viomundo

"Em várias declarações já ouvimos Aécio dizer que os petistas não podem perder a presidência da República, dentre outros motivos, para não ver cair seu padrão de vida. Provocação barata que ocupa o espaço dos debates estruturais que deveriam presidir uma disputa eleitoral da magnitude desta que temos à frente.

Mas, entremos no clima por ele proposto.

Aécio, de fato, não precisa se preocupar com seu padrão de vida. Ganhando ou perdendo eleições. Aliás, nunca se preocupou. Descendente das oligarquias conservadoras mineiras, que foram geradas nas entranhas do Estado, desde o império, ele não tem a menor ideia do que seja empreender na iniciativa privada. Do que seja arriscar em negócios e disputas de mercado. Do que seja encarar uma falência, uma cobrança bancária, uma perda de patrimônio.

Ativistas presos são pivôs de disputa sobre limites a protestos


Eduardo Guimarães, Blog da Cidadania

"Na grande mídia, nas redes sociais e na blogosfera de esquerda e direita há um tsunami de debates sobre as prisões de cerca de duas dezenas de ativistas de São Paulo e do Rio de Janeiro que, de junho de 2013 para cá, ganharam ampla exposição devido ao seu protagonismo em protestos que, via de regra, começam “pacíficos” e terminam violentos.

As prisões ocorreram a partir de investigação dos serviços de inteligência das polícias civis dos Estados mais afetados pelos protestos violentos, com destaque para o Rio de Janeiro, onde tais protestos atingiram um nível crítico, pois transformaram a capital daquele Estado, literalmente, em uma zona de guerra em que, inclusive, já foi perdida uma vida humana.

Os protestos violentos que vêm ocorrendo no país desde o ano passado começaram sob o mote do transporte público gratuito para todos – o tal “passe livre” – e, após governadores e prefeitos cederem e cancelarem os aumentos do preço das passagens de ônibus e metrô, os ativistas buscaram na Copa do Mundo em solo pátrio a nova desculpa para protestar.

Em um processo inédito no pós-redemocratização, o Brasil de 2013 inaugurou uma era em que protestos – em maioria, violentos – foram se tornando parte da rotina dos grandes centros urbanos. E, quando não há violência, há cerceamento na liberdade de locomoção de quem não participa desses atos públicos, o que vem torturando trabalhadores que empreendem demoradas viagens entre casa e trabalho no transporte público."
Artigo Completo, ::AQUI::

Ibope e Datafolha: alguém está errando feio no 2º turno


Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho

'Ainda nem sabemos se vamos ter segundo turno nas eleições. Até aqui, Dilma vem mantendo um empate técnico com a soma de todos os demais candidatos no primeiro turno, qualquer que seja a pesquisa. Quando se trata das projeções para o segundo turno, porém, as diferenças são estranhas, fora das margens de erro, tanto do Datafolha como do Ibope.

No novo levantamento publicado pelo Ibope, na noite de terça-feira (22), o primeiro após a Copa, mostrando mais uma vez que não houve interferência do futebol da seleção na campanha eleitoral, o instituto aponta vitória folgada de Dilma contra Aécio, caso tenhamos um segundo turno: 41% a 33%, uma vantagem de oito pontos. Para o primeiro turno, os números estão bem próximos, como mostra a matéria do R7.

Após defender prisões, Aécio tem site invadido


"Um dia depois de o PSDB divulgar nota em que defendeu ação da Polícia Civil do Rio, que resultou na prisão de 19 ativistas suspeitos de atos de vandalismo, presidenciável tucano teve a página "Conversa com Brasileiros" hackeada; movimento Anonymous assumiu autoria e deixou a seguinte mensagem: "Então quer dizer que o senhor Aécio Neves apoia a repressão contra os protestos populares? Ainda bem que políticos como ele jamais governará [sic] este país!"; PSDB diz respeitar "movimentos sociais que atuam dentro da lei", mas não compactua com o "crime e com grupos que usam a violência para tomar à força as ruas"

Brasil 247

O presidenciável pelo PSDB, Aécio Neves, teve um dos sites de sua campanha invadido nesta quarta-feira 23, um dia depois de o PSDB ter defendido operação da Polícia Civil do Rio de Janeiro que resultou na prisão de 19 ativistas suspeitos de envolvimento em atos de vandalismo. O movimento Anonymous assumiu a autoria do ataque à página "Conversa com Brasileiros".
O grupo deixou a seguinte mensagem: "Então quer dizer que o senhor Aécio Neves apoia a repressão contra os protestos populares? Ainda bem que políticos como ele jamais governará [sic] este país!". Pelo Twitter, a conta @AnonManifest escreveu: "Aécio Neves diz que apoia prisões ilegais de ativistas no Rio e tem site de campanha de invadido.http://www.conversacombrasileiros.com.br/ É simples.;)".

Charge do Bessinha


Robson Marinho será a estrela na TV?

Altamiro Borges, Blog do Miro


'Já está definido o tempo que os candidatos ao governo de São Paulo terão no horário eleitoral “gratuito” de tevê, que começa em 19 de agosto. O empresário Paulo Skaf, do PMDB, garfou a maior fatia – 5 minutos e 58 segundos. Ele terá um minuto a mais de exposição do que o governador Geraldo Alckmin (PSDB), que ficou com 4 minutos e 51 segundos. Já o ex-ministro Alexandre Padilha (PT) terá quase o mesmo tempo do tucano – 4 minutos e 22 segundos. Se os dois oposicionistas utilizarem bem o seu tempo de televisão, a vida do tucano não será nada fácil. Até agora, ele lidera com folga nas pesquisas – algumas delas que mais se parecem como peças de campanha eleitoral –, mas o seu telhado de vidro é frágil!

Campos esconde vice de campanha "Edualdo"


"Propagandas distribuídas pelo PSB em lançamento de comitês pela campanha de reeleição do governador Geraldo Alckmin (PDB), em apoio a Eduardo Campos na Presidência, não remetem à vice na chapa do socialista, Marina Silva (PSB); ex-senadora não aprova aliança com o PSDB em São Paulo e se nega a dividir palanque com o tucano

Brasil 247

O PSB lançou ontem a campanha pela reeleição do governador Geraldo Alckmin (PDB) em apoio a Eduardo Campos na Presidência. Em comitês pelo Estado de São Paulo, o partido distribui panfletos “Edualdo”, em que Campos aparece ao lado do tucano.

No entanto, nenhuma propaganda remete à vice na chapa do socialista, Marina Silva (PSB). Marina e aliados da Rede Sustentabilidade não aprovaram a aliança com o PSDB em São Paulo. Ela se nega a dividir palanque com o tucano em SP.

"Está feita a parceria que vai fortalecer ainda mais a candidatura de Alckmin a governador e ajudar Eduardo Campos a vencer Dilma Rousseff em São Paulo e no Brasil", diz jornalzinho do PSB."